quinta-feira, 30 de setembro de 2010

Jesus de férias na Bahia...

JESUS DE FÉRIAS NA BAHIA
Estavam um carioca, um paulista e um baiano no boteco do Mercado Modelo, quando o carioca diz aos outros:
- Mermão, esse cara que entrou aí é igual a Jesus Cristo.
- Tá brincando! - dizem os outros.
- Tô te falando! A barba, a túnica, o olhar…
O carioca levanta-se, dirige-se ao homem e pergunta:
- Mermão, digo, Senhor, Tu és Jesus Cristo, não é verdade?
- Eu? Que idéia!
- Eu acho que sim. Aí…, você é Jesus Cristo!!!
- Já disse que não! Mas fale mais baixo.
- Pô, eu sei que você é Jesus Cristo.
E tanto insiste que o homem lhe diz baixinho:
- Sou efetivamente Jesus Cristo, mas fale baixo e não digas a ninguém, senão isto aqui vira um pandemônio.
- Mas eu tenho uma lesão no joelho desde pequeno. Me cura aí brother, digo, Senhor!
- Milagres não. Tu vais contar aos teus amigos e eu passo a tarde fazendo milagres.
O carioca tanto insiste que Jesus Cristo põe a mão sobre o seu joelho e cura-o.
- Pô, valeu! Ficarei eternamente grato! - agradece, emocionado, o carioca.
- Sim, sim! Não grites e vai-te embora e não contes a ninguém.
Logo em seguida, chega o paulista…
- Aí ô meu, o carioca disse que és Jesus Cristo e que o curaste…
Tenho um olho de vidro. Cura-me também!
- Não sou Jesus Cristo! Mas fale baixo.
O paulista tanto insistiu que Jesus Cristo passou-lhe a mão pelos olhos e curou-o.
- Oh lôco meu! Obrigado mesmo! Agradece, emocionado, o paulista.
- Vai-te agora embora e não contes a ninguém.
Mas, Jesus Cristo o viu contando a história aos amigos e ficou à espera de ver o baiano ir ter com ele. O tempo foi passando e nada.
Mordido pela curiosidade, dirigiu-se à mesa dos
três amigos e pondo a mão sobre o ombro do baiano, começou a perguntar:
- E tu, não queres que…
O baiano levanta-se de um salto, e afastando-se dele grita em alto e sonoro baianês:
- Aê, meu Rei… Tira essas mãozinhas de cima de mim, que eu ainda tenho seis meses de licença médica!!!


Largado em Guarapari...

domingo, 26 de setembro de 2010

Editorial do Estadão declara apoio à candidatura de Serra:um novo marco no compromisso da imprensa com a democracia !!!!!

O Estadão publica hoje um editorial em que declara apoio à candidatura do tucano José Serra à Presidência da República. E diz por que o faz. Nego-me a sintetizar os motivos. A síntese reduziria o alcance de um texto que, por vários motivos, tem tudo para entrar para a história.
Num momento em que isenção se confunde com “isentismo”, em que pluralidade se confunde com falta de clareza sobre os fundamentos de uma sociedade democrática e de direito, em que apartidarismo se confunde com omissão, o Estadão evoca seus 135 anos de compromisso com a liberdade e afirma o que acredita ser o melhor para o país.
Lula acusou a imprensa de se comportar como um partido político. O editorial faz uma distinção primorosa: “Há uma enorme diferença entre ’se comportar como um partido político’ e tomar partido numa disputa eleitoral em que estão em jogo valores essenciais ao aprimoramento se não à própria sobrevivência da democracia neste país”. Bingo! Digno dos 135 anos de história!
A decisão do jornal é tanto mais corajosa porque, a se dar crédito aos adivinhos e politcólogos ad hoc, já se conhece o resultado das urnas antes mesmo de o eleitor fazer a sua escolha. Dia desses, enviaram-me um editorial de um patético anão moral explicando, em linguagem jacobina e condoreira, por que apoiava a candidatura oficial, emprestando a seu oficialismo bem-remunerado ares de resistência e luta aguerrida. Um texto asqueroso!
O Estadão declara a sua opção, e há no texto que segue não mais do que princípios. Trata-se de um novo marco no compromisso da imprensa com a democracia.
*
O mal a evitar
A acusação do presidente da República de que a Imprensa “se comporta como um partido político” é obviamente extensiva a este jornal. Lula, que tem o mau hábito de perder a compostura quando é contrariado, tem também todo o direito de não estar gostando da cobertura que o Estado, como quase todos os órgãos de imprensa, tem dado à escandalosa deterioração moral do governo que preside. E muito menos lhe serão agradáveis as opiniões sobre esse assunto diariamente manifestadas nesta página editorial. Mas ele está enganado. Há uma enorme diferença entre “se comportar como um partido político” e tomar partido numa disputa eleitoral em que estão em jogo valores essenciais ao aprimoramento se não à própria sobrevivência da democracia neste país.
Com todo o peso da responsabilidade à qual nunca se subtraiu em 135 anos de lutas, o Estado apoia a candidatura de José Serra à Presidência da República, e não apenas pelos méritos do candidato, por seu currículo exemplar de homem público e pelo que ele pode representar para a recondução do País ao desenvolvimento econômico e social pautado por valores éticos. O apoio deve-se também à convicção de que o candidato Serra é o que tem melhor possibilidade de evitar um grande mal para o País.
Efetivamente, não bastasse o embuste do “nunca antes”, agora o dono do PT passou a investir pesado na empulhação de que a Imprensa denuncia a corrupção que degrada seu governo por motivos partidários. O presidente Lula tem, como se vê, outro mau hábito: julgar os outros por si. Quem age em função de interesse partidário é quem se transformou de presidente de todos os brasileiros em chefe de uma facção que tanto mais sectária se torna quanto mais se apaixona pelo poder. É quem é o responsável pela invenção de uma candidata para representá-lo no pleito presidencial e, se eleita, segurar o lugar do chefão e garantir o bem-estar da companheirada. É sobre essa perspectiva tão grave e ameaçadora que os eleitores precisam refletir. O que estará em jogo, no dia 3 de outubro, não é apenas a continuidade de um projeto de crescimento econômico com a distribuição de dividendos sociais. Isso todos os candidatos prometem e têm condições de fazer. O que o eleitor decidirá de mais importante é se deixará a máquina do Estado nas mãos de quem trata o governo e o seu partido como se fossem uma coisa só, submetendo o interesse coletivo aos interesses de sua facção.
Não precisava ser assim. Luiz Inácio Lula da Silva está chegando ao final de seus dois mandatos com níveis de popularidade sem precedentes, alavancados por realizações das quais ele e todos os brasileiros podem se orgulhar, tanto no prosseguimento e aceleração da ingente tarefa - iniciada nos governos de Itamar Franco e Fernando Henrique - de promover o desenvolvimento econômico quanto na ampliação dos programas que têm permitido a incorporação de milhões de brasileiros a condições materiais de vida minimamente compatíveis com as exigências da dignidade humana. Sob esses aspectos o Brasil evoluiu e é hoje, sem sombra de dúvida, um país melhor. Mas essa é uma obra incompleta. Pior, uma construção que se desenvolveu paralelamente a tentativas quase sempre bem-sucedidas de desconstrução de um edifício institucional democrático historicamente frágil no Brasil, mas indispensável para a consolidação, em qualquer parte, de qualquer processo de desenvolvimento de que o homem seja sujeito e não mero objeto.
Se a política é a arte de aliar meios a fins, Lula e seu entorno primam pela escolha dos piores meios para atingir seu fim precípuo: manter-se no poder. Para isso vale tudo: alianças espúrias, corrupção dos agentes políticos, tráfico de influência, mistificação e, inclusive, o solapamento das instituições sobre as quais repousa a democracia - a começar pelo Congresso. E o que dizer da postura nada edificante de um chefe de Estado que despreza a liturgia que sua investidura exige e se entrega descontroladamente ao desmando e à autoglorificação? Este é o “cara”. Esta é a mentalidade que hipnotiza os brasileiros. Este é o grande mau exemplo que permite a qualquer um se perguntar: “Se ele pode ignorar as instituições e atropelar as leis, por que não eu?” Este é o mal a evitar.
Por Reinaldo Azevedo

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

O desmanche da Democracia.

Leiam o primoroso editorial do Estadão:

 
A escalada de ataques furiosos do presidente Lula contra a imprensa - três em cinco dias - é mais do que uma tentativa de desqualificar a sequência de revelações das maracutaias da família e respectivas corriolas da ex-ministra da Casa Civil Erenice Guerra. É claro que o que move o inventor da sua candidata à sucessão, Dilma Rousseff, é o medo de que a sequência de denúncias - todas elas com foros de verdade, tanto que já provocaram quatro demissões na Pasta, entre elas a da própria Erenice - impeça, na 25.ª hora, a eleição de Dilma no primeiro turno. Isso contará como uma derrota para o seu mentor e poderá redefinir os termos da disputa entre a petista e o tucano José Serra.
Mas as investidas de Lula não são um raio em céu azul. Desde o escândalo do mensalão, em 2005, ele invariavelmente acusa a imprensa de difundir calúnias e infâmias contra ele e a patota toda vez que estampa evidências contundentes de corrupção e baixarias eleitorais no seu governo. A diferença é que, agora, o destampatório representa mais uma etapa da marcha para a desfiguração da instituição sob a sua guarda, com a consequente erosão das bases da ordem democrática. A apropriação deslavada dos recursos de poder do Executivo federal para fins eleitorais, a imersão total de Lula na campanha de sua afilhada e a demonização feroz dos críticos e adversários chegaram a níveis alarmantes.
A candidatura oposicionista relutou em arrostar o presidente em pessoa por seus desmandos, na crença de que isso representaria um suicídio eleitoral - como se, ao poupá-lo, o confronto com Dilma se tornaria menos íngreme. Isso, adensando a atmosfera de impunidade política ao seu redor, apenas animou Lula a fazer mais do mesmo, dando o exemplo para os seguidores. As invectivas contra a imprensa, por exemplo, foram a senha para o PT e os seus confederados, como a CUT, a UNE e o MST, promoverem hoje em São Paulo um “ato contra o golpismo midiático”. É como classificam, cinicamente, a divulgação dos casos de negociatas, cobrança e recebimento de propinas no núcleo central do governo.
Sobre isso, nenhuma palavra - a não ser o termo “inventar”, usado por Lula no seu mais recente bote contra a liberdade de imprensa que, com o habitual cinismo, ele diz considerar “sagrada”. O lulismo promove a execração da mídia porque ela se recusa a tornar-se afônica e, nessa medida, talvez faça diferença nas urnas de 3 de outubro, dada a gravidade dos escândalos expostos. Sintoma da hegemonia do peleguismo nas relações entre o poder e as entidades de representação classista, o lugar escolhido para o esperado pogrom verbal da imprensa foi o Sindicato dos Jornalistas. O seu presidente, José Camargo, se faz de inocente ao dizer que apenas cedeu espaço “para um debate sobre a cobertura dos grandes veículos”.
Mas a tal ponto avançou o rolo compressor do liberticídio que diversos setores da sociedade resolveram se unir para dizer “alto lá”. Intelectuais, juristas, profissionais liberais, artistas, empresários e líderes comunitários - todos eles figuras de projeção - lançaram ontem em São Paulo um “manifesto em defesa da democracia”, que poderá ser o embrião de um movimento da cidadania contra o desmanche da democracia brasileira comandado por um presidente da República que acha que é tudo - até a opinião pública - e que tudo pode.
Um movimento dessa natureza não será correia de transmissão de um partido nem estará atado ao ciclo eleitoral. Trata-se de reconstruir os limites do poder presidencial, escandalosamente transgredidos nos últimos anos, e os controles sobre as ações dos agentes públicos. “É intolerável”, afirma o manifesto, “assistir ao uso de órgãos do Estado como extensão de um partido político, máquina de violação de sigilos e de agressão a direitos individuais.” “É inconcebível que uma das mais importantes democracias do mundo seja assombrada por uma forma de autoritarismo hipócrita, que, na certeza da impunidade, já não se preocupa mais nem mesmo em fingir honestidade.” O texto evoca valores políticos que, do alto de sua popularidade, Lula lança ao lixo, como se, dispensado de responder por seus atos, governasse num vácuo ético.
Por Reinaldo Azevedo

Em algum lugar desse País....

Em algum lugar neste país, um prédio de 4 andares foi totalmente destruído pelo fogo; um incêndio terrível.
Todas as pessoas das 10 famílias de Sem-teto, que haviam invadido o 1º andar, faleceram no incêndio.

No 2º andar, todos os componentes das 12 famílias de retirantes, que viviam dos proventos da “Bolsa Família”, também não escaparam.

O 3º andar era ocupado por 4 famílias de ex-guerrilheiros, todos beneficiários de ações bem sucedidas contra o Governo, filiados a um ParTido politico influente, com altos cargos em estatais e empresas governamentais, que também faleceram.

No 4º andar viviam engenheiros, professores, empresários, bancários, vendedores, trabalhadores com suas famílias. Todos escaparam.
Imediatamente o “Presidente da Nação” e toda a sua assessoria mandou instalar um inquérito para que o “Chefe do Corpo de Bombeiros” explicasse a morte somente dos "cumpanheiros" e porque somente os moradores do 4º andar haviam escapado.
O Chefe dos Bombeiros respondeu:
- Eles não estavam em casa - estavam trabalhando ou na escola…

Largado...

quarta-feira, 22 de setembro de 2010

A Dilma que é José Dirceu !!!!

No Estadão Online:
A campanha do presidenciável tucano, José Serra, encomendou um conjunto de filmes que criticam duramente o PT e a adversária que serão usados como munição na reta final da campanha. O material foi solicitado por integrantes da ala política do PSDB, que pressionam pela adoção de um discurso mais agressivo contra os adversários.

Um dos vídeos, já está na internet desde a semana passada, mostra uma foto de Dilma sorridente, que aos poucos vai se transfigurando até virar uma fotografia do ex-ministro da Casa Civil José Dirceu, alvo predileto dos tucanos. “Dilma foi escolhida a dedo pelo PT, por um motivo muito simples: ela vai trazer de volta todos os petistas que foram cassados ou que renunciaram. Dilma vai trazer de volta inclusive aquele que o procurador-geral da República chamou de “chefe da quadrilha”, diz o texto no exato momento em que a imagem da candidata vira a de Dirceu.

Assista ao vídeo abaixo:

44 dos melhoes e mais cruéis vilões do cinema




Music:
Godspeed You! Black Emperor

São eles:
Anton Chigurh (Javier Bardem in No Country For Old Men)
Don Logan (Ben Kingsley in Sexy Beast)

Max Cady (Robert De Niro in Cape Fear)
Bill the Butcher (Daniel Day Lewis in Gangs of New York)
Drexl Spivey (Gary Oldman in True Romance)
Gaear Grimsrud (Peter Stormare in Fargo)

Clarence Boddicker (Kurtwood Smith in Robocop)

John Ryder (Rutger Hauer in The Hitcher)
Captain Vidal (Sergi López in Pan’s Labyrinth)
Dr. Christian Szell (Laurence Olivier in Marathon Man)

Alonzo (Denzel Washington in Training Day)
Mr Blonde (Michael Madsen in Resevoir Dogs)
Colonel Kurtz (Marlon Brando in Apocalypse Now)
Don Lope de Aguirre (Klaus Kinski in Aguirre, Wrath of God)

Zero Wolf (Raoul Trujillo in Apocalypto)
Kit (Martin Sheen in Badlands)
Norman Bates (Anthony Perkins in Psycho)

Michael Myers (Halloween)
Ray (Ray Winstone in Nil by Mouth)

Patrick Bateman (Christian Bale in American Psycho)
Aileen Wuornos (Charlize Theron in Monster)

Lord Summerisle (Christopher Lee in The Wicker Man)

Leatherface (Gunnar Hansen in Texas Chainsaw Massacre)
Frank Booth (Dennis Hooper in Blue Velvet)
Paul (Arno Frisch in Funny Games)

Harry Powell (Robert Mitchum in Night of the Hunter)

Snoop (Felicia Pearson in The Wire)
Stuntman Mike (Kurt Russell in Death Proof)

Hans Grueber (Alan Rickman in Die Hard)
Mr Blonde (2nd appearance-Michael Madsen in Resevoir Dogs)
Aaron (Edward Norton in Primal Fear)
Tony Montana (Al Pacino in Scarface)

Jigsaw (Tobin Bell in Saw)

Alex Forrest (Glenn Close in Fatal Attraction)
Nicky Santoro (Joe Pesci in Casino)

Baby Jane Hudson (Bette Davis in Whatever Happened to Baby Jane?)

Harry Lime (Orson Welles in The Third Man)
Nurse Ratched (Louise Fletcher in One Flew Over the Cuckoo’s Nest)

The Joker (Heath Ledger in The Dark Knight)

Annie Wilkes (Kathy Bates in Misery)

John Doe (Kevin Spacey in Seven)

Hannibal Lecter (Anthony Hopkins in The Silence of the Lambs)

Jack Torrance (Jack Nicholson in The Shining)
Alex (Malcom McDowell in A Clockwork Orange)

Sedentario

Demissão de Dorival faz Twitter ficar repleto de piadinhas sobre Neymar

A demissão do técnico Dorival Júnior do Santos fez imediatamente o Twitter se encher de piadinhas sobre o poder que o atacante Neymar teria adquirido no clube da Vila Belmiro. O assunto estava entre os principais temas do momento no Brasil no início da madrugada desta quarta-feira, com "Neymar Futebol Clube", em segundo lugar; "Renê Simões", técnico do Atlético-GO que criticou o jogador por xingar Dorival, em terceiro; "Roberto Justus", que de acordo com os frequentadores do site de relacionamento dará seu lugar ao atacante santista em seu programa "O Aprendiz", está em quinto; "Dorival Junior", em sexto; "Diretoria Santista", em sétimo, e "#neymarfacts", em oitavo.
Um dos destaques foi a atriz Fernanda Paes Leme, que postou várias piadas sobre o atacante do Santos. "Putz! Estou arrependida sobre o que disse do Neymar...vai que ele me demite da Globo..."; "'Agora quem dá bola é o Neymar...'" novo hino do Santos!", e "Neymar é o mais novo contratado para apresentar O Aprendiz!', foram algumas postagens da atriz. No fim, ela escreveu que não tem nada contra Neymar: "Os últimos tweets foram todos em nome da galhofa, o combustível da vida", explicou.
Além das mensagens irônicas, também apareceram algumas mais sérias, como curiosamente postou o humorista Bruno Mazzeo: "Como Nelson Rodrigues dizia que só os profetas enxergam o óbvio, podemos dizer que René Simões é um profeta". Uma outra dizia o seguinte: "Indignada...estão criando um monstro, como disse René Simões".
Veja abaixo algumas piadinhas que apareceram no Twitter:
"Alguém em sã consciência consegue olhar pra cara e pro cabelo do Neymar e afirmar que estão "criando" um monstro? Aquilo ali já nasceu feito".
"No twitter do Neymar não aparece a opção "Who to Follow" (quem seguir). Ao invés dela é "Who To Dismiss" (quem demitir)".
"Tropa de Elite 3 já tem história definida. Nascimento é chamado pra treinar o ex-Santos, atual Neymar Futebol Clube".
"Sérgio Malandro regrava sua mais famosa canção em homenagem a Neymar. 'Co - nhe - ci, um capeta em forma de guri!'"
"Se o Neymar não joga, derruba o Dunga; se é barrado, derruba o Dorival; se joga, derruba o técnico adversário".
"Putz, tirei o Neymar do meu time do #cartolafc, agora o time que criei está sem técnico".
"'Quem é esse zé ninguém que dá nome ao CT do meu clube', disse Neymar em seu último treino no CT Rei Pelé".

GloboEsporte...

terça-feira, 21 de setembro de 2010

Resistência Democrática

Brasileiros das mais diversas áreas lançam nesta quarta, às 12h, na Faculdade de Direito do Largo São Francisco, um manifesto em defesa da democracia, do estado de direito, da liberdade de imprensa e dos direitos individuais. Trata-se de um movimento apartidário. Entre os signatários iniciais do documento estão o jurista Helio Bicudo, o historiador Marco Antonio Villa, o poeta Ferreira Gullar, os atores Carlos Vereza e Mauro Mendonça, os professores José Arthur Gianotti e Leôncio Martins Rodrigues e o ex-presidente do Supremo Tribunal Federal Carlos Velloso.
Abaixo, segue a íntegra do documento. Um bom exercício é confrontar o seu conteúdo com o manifesto que o PT e sindicalistas estão divulgando contra a liberdade de imprensa. De um lado, a civilização democrática; de outro, o flerte bom a barbárie ditatorial.
Leiam e divulgue. Creio que o documento será tornado público para receber adesões:
MANIFESTO EM DEFESA DA DEMOCRACIA
Em uma democracia, nenhum dos Poderes é soberano.
Soberana é a Constituição, pois é ela quem dá corpo e alma à soberania do povo.
Acima dos políticos estão as instituições, pilares do regime democrático. Hoje, no Brasil, os inconformados com a democracia representativa se organizam no governo para solapar o regime democrático.
É intolerável assistir ao uso de órgãos do Estado como extensão de um partido político, máquina de violação de sigilos e de agressão a direitos individuais.
É inaceitável que a militância partidária tenha convertido os órgãos da administração direta, empresas estatais e fundos de pensão em centros de produção de dossiês contra adversários políticos.
É lamentável que o Presidente esconda no governo que vemos o governo que não vemos, no qual as relações de compadrio e da fisiologia, quando não escandalosamente familiares, arbitram os altos interesses do país, negando-se a qualquer controle.
É inconcebível que uma das mais importantes democracias do mundo seja assombrada por uma forma de autoritarismo hipócrita, que, na certeza da impunidade, já não se preocupa mais nem mesmo em fingir honestidade.
É constrangedor que o Presidente da República não entenda que o seu cargo deve ser exercido em sua plenitude nas vinte e quatro horas do dia. Não há “depois do expediente” para um Chefe de Estado. É constrangedor também que ele não tenha a compostura de separar o homem de Estado do homem de partido, pondo-se a aviltar os seus adversários políticos com linguagem inaceitável, incompatível com o decoro do cargo, numa manifestação escancarada de abuso de poder político e de uso da máquina oficial em favor de uma candidatura. Ele não vê no “outro” um adversário que deve ser vencido segundo regras da Democracia , mas um inimigo que tem de ser eliminado.
É aviltante que o governo estimule e financie a ação de grupos que pedem abertamente restrições à liberdade de imprensa, propondo mecanismos autoritários de submissão de jornalistas e empresas de comunicação às determinações de um partido político e de seus interesses.
É repugnante que essa mesma máquina oficial de publicidade tenha sido mobilizada para reescrever a História, procurando desmerecer o trabalho de brasileiros e brasileiras que construíram as bases da estabilidade econômica e política, com o fim da inflação, a democratização do crédito, a expansão da telefonia e outras transformações que tantos benefícios trouxeram ao nosso povo.
É um insulto à República que o Poder Legislativo seja tratado como mera extensão do Executivo, explicitando o intento de encabrestar o Senado. É um escárnio que o mesmo Presidente lamente publicamente o fato de ter de se submeter às decisões do Poder Judiciário.
Cumpre-nos, pois, combater essa visão regressiva do processo político, que supõe que o poder conquistado nas urnas ou a popularidade de um líder lhe conferem licença para rasgar a Constituição e as leis. Propomos uma firme mobilização em favor de sua preservação, repudiando a ação daqueles que hoje usam de subterfúgios para solapá-las. É preciso brecar essa marcha para o autoritarismo.
Brasileiros erguem sua voz em defesa da Constituição, das instituições e da legalidade.
Não precisamos de soberanos com pretensões paternas, mas de democratas convictos.
Por Reinaldo Azevedo

domingo, 19 de setembro de 2010

Se rir...vai para o inferno !!!



E tem um desgraçado que pergunta: " Are you ok??!! - Yes, but i can´t fell my legs !!!!

We No Speak Americano...

Você já deve ter escutado a música “We No Speak Americano”, atual sucesso nas rádios e baladas do Brasil. Bom, se não escutou ainda, logo vai perceber que ela gruda como chiclete.
Talvez, por este motivo, Suzanne Cleary e Peter Harding tenham criado uma interpretação muito curiosa e própria para a canção. O resultado, você confere abaixo.



O curioso, é que a música é conhecida (e cantada) como “Pan Panamericano”, mas esta frase não é cantada em nenhum momento da música. Para os curiosos de plantão, a letra está aí abaixo:
Comme te po’
Comme te po’

Comme te po’ capì chi te vò bene
Si tu le parle ‘mmiezzo americano?
Quando se fa lammor sotto ‘a luna
Come te vene `capa e di: “i love you!?“

Fa fa l’americano
Fa fa l’americano
Fa fa l’americano
Fa l’americano
Fa fa l’americano
Fa fa l’americano

…whïsky soda e rock’en’roll (x3)…

Cachorrinhos...

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Videos Variados....afinal, hoje é Sexta....

Ken Block - Dirt 3



Salada de Macho



Adote um cão



Vida de repórter não é fácil



O tamanho da sua insignificância




Pastor Evangélico Poderoso

quarta-feira, 15 de setembro de 2010

Pastor usa filmes pornôs gay para fazer palestra sobre homossexualismo.



O pastor ugandense Martin Sempa reuniu um grupo de pessoas para o que seria uma palestra contra a prática do homossexualismo em Uganda e todo o território Africano. Em tom fervoroso e fazendo gestos com riqueza de detalhes foi explicando para uma platéia constrangida todo o que pode de haver de mais bizarro em uma relação homossexual.
O ponto forte da palestra chega ao momento em que ele mostra pelo seu notebook cenas de filmes pornôs gays e usa o suporte das imagens para direcionar críticas a Barack Obama, atual presidente dos EUA e defensor os direitos dos homossexuais.


Dica do Sedentariohiperativo

Justiça Federal do DF condena a CAIXA a pagar R$ 500 mil a Francenildo.

Do Portal G1. Analiso o caso num daqueles textos da madrugada.
A Justiça Federal do Distrito Federal condenou a Caixa Econômica Federal nesta quarta-feira (15) a indenizar o caseiro Francenildo dos Santos Costa em R$ 500 mil por danos morais por quebra do sigilo bancário em 2006. Ainda cabe recurso da decisão.
Em nota, a Caixa informou que vai recorrer. “Em relação à sentença do JFDF, sobre a ação de indenização por danos morais ajuizada pelo Sr. Francenildo dos Santos Costa, a Caixa Econômica Federal informa que adotará as providências de recurso”, diz a nota.
Ao G1, Francenildo se disse feliz com a decisão, mas teme que o banco recorra e o dinheiro demore a sair. “Eu agora tenho que esperar para ver quando vão pagar. Dá para aliviar, mas ainda pode levar anos para sair. (…) Esse dinheiro, se um dia eles me pagarem, vai me aliviar. Mas o que fizeram comigo não tem dinheiro que pague”, afirmou - clique aqui para ler a entrevista.
Em 2006, o caseiro, que trabalhava na casa supostamente frequentada por pessoas ligadas ao ex-ministro da Fazenda e atual coordenador da campanha de Dilma Rousseff (PT), Antonio Palocci, teve seu sigilo bancário violado.
Palocci foi acusado pelo Ministério Público de ter ordenado a quebra do sigilo, mas a denúncia acabou arquivada pelo Supremo Tribunal Federal (STF). O ex-presidente da Caixa Jorge Mattoso responde ao processo.
De acordo com a assessoria da Justiça Federal do DF, Francenildo entrou com ação contra a Caixa e contra a Editora Globo. No caso da editora, ele alegou que a empresa teria violado seus direitos ao expor seus dados bancários. O juiz julgou improcedente o pedido em relação à Editora Globo.
Conforme o processo, em relação à Caixa, o motivo foi a quebra do sigilo. A Justiça informou que “em sua defesa, a CEF argumentou que as movimentações do autor mostravam incompatibilidade entre os valores movimentados e a renda declarada, algo considerado fora do padrão. Por esse motivo, cumprindo previsões legais, a ré comunicou ao Banco Central sobre o ocorrido e entregou ao Ministério da Fazenda extrato bancário referente às movimentações financeiras do autor.”
O juiz Itagiba Catta Preta Neto, da 4ª Vara da Seção Judiciária do Distrito Federal, no entanto, entendeu que a medida foi ilegal porque a Caixa deveria ter alertado o Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) e não o ministro.
“Assim, se a ré Caixa Econômica Federal pretendia cumprir a lei como sustentou em sua peça defensória, ao invés de efetuar a ‘transferência do sigilo ao Ministério da Fazenda’, deveria ter encaminhado as informações que apurou a(os) órgão(s) competente(s) e somente a eles, se imprescindível fosse”, informou nota da Justiça.
“Leviatã’
Na decisão, o juiz Itagiba Catta Preta Neto citou o livro “Leviatã”, do filósofo inglês Thomas Hobbes. “O caso posto em discussão traz à lembrança um famoso escrito de Thomas Hobbes, o Leviatã. Na saga, em apertado resumo, o ente, sobre o qual discorre Hobbes, mostra-se com uma autoridade acima de qualquer questionamento advindo dos seus comandados. Afora as conjecturas políticas da época em que foi escrito, o referido ente representa um Estado forte, insubmisso e inatacável por questões alheias ao seu mando. Assim, um dos fios tracejados na obra é o de que os súditos possuem limites, o Estado não.”
O magistrado ressalta que a Constituição Federal de 88 assegura, nos direitos e garantias fundamentais, que são invioláveis a intimidade, a vida privada e a honra.
“Percebe-se que, no dispositibo supracitado, resguarda-se um conjunto significativo de direitos ao indivíduo, e sua violação (fora, por óbvio, as situações legalmente permitidas) ensejaria pretensa indenização a fim de acobertar o dano experimentado. logo, o sigilo bancário exsurge como corolário do princípio constitucional da proteção à intimidade”, diz a decisão.
O juiz afirma ainda que como Francenildo “é pessoa humilde e como muitos trabalhadores brasileiros, mantinha vida digna com esforçado e lícito labor, sofreu confessada quebra de sigilo de seus dados bancários, merece ser indenizado”.
Por Reinaldo Azevedo

Xinga muito e joga p*%%@ nenhuma ....

terça-feira, 14 de setembro de 2010

As 30 coisas que NÃO se deve fazer em uma entrevista de emprego !!!

1. O candidato desculpou-se abruptamente e saiu. Voltou alguns minutos depois usando uma peruca.
2. Pediu para ver o currículo do entrevistador para checar se ele era qualificado para julgá-lo.
3. Levou seu cão boxer à entrevista.
4. O entrevistador perguntou: "Onde você se vê dentro de cinco anos?" A resposta: "No seu lugar".
5. Para mostrar qualificação, o candidato disse que ao começar o trabalho provaria que a gerência toda da companhia era formada por incompetentes.
6. No fim da entrevista, retirou uma câmera Polaroid do bolso e tirou uma foto do entrevistador. Disse que havia feito fotos de todos os que o entrevistaram.
7. Disse que se conseguisse o emprego tatuaria o logotipo da empresa no braço para mostrar lealdade.
8. Sem dizer uma palavra, o candidato levantou-se no meio da entrevista e caiu fora.
9. Disse que não tinha almoçado e perguntou se poderia comer um hambúrguer que trazia na pasta.
10. O candidato não só mascava chiclete, como fazia bolas.
11. Manteve o walkman nos ouvidos durante toda a entrevista.
12. Interrompeu a conversa e ligou para o analista para pedir um conselho sobre como responder determinada questão.
13. Disse que não estava interessado porque o salário era muito alto.
14. Quando o entrevistador atendeu ao telefone, o candidato sacou uma Penthouse da pasta e ficou olhando as fotos; parou um longo tempo no pôster central.
15. Durante a entrevista um alarme de pulso soou, o candidato se desculpou e disse que tinha de sair para uma outra entrevista.
16. O candidato disse que não sairia da cadeira até ser contratado. Foi preciso chamar a segurança.
17. Quando perguntado se tinha passatempos, levantou e começou a dançar tango com uma parceira imaginária.
18. Tirou um videogame portátil da pasta e desafiou o entrevistador para um pinball.
19. Começou a pular no tapete e disse que o entrevistador deveria ser muito importante para ter um tapete tão grosso.
20. Perguntou quem era a garota encantadora no porta-retratos. Quando o entrevistador disse que era sua mulher o candidato perguntou se ela estava em casa e qual era o telefone. Foi retirado pela polícia.
21. O telefone do candidato tocou no meio da entrevista. Era sua mulher. Ele pergunta: "que companhia? quando eu começo? qual o salário?" O entrevistador disse que supunha que a entrevista não lhe interessava mais. O candidato respondeu: "lógico que interessa, vou para a empresa que pagar mais". Era um truque para elevar a oferta.
22. O candidato perguntou se o fato de o entrevistador não estar de terno tornava a oferta de emprego menos formal.
23. Desafiou o entrevistador para uma queda de braço.
24. O candidato disse que na verdade não queria trabalhar, mas que o seguro desemprego pediu uma prova de que ele estava procurando um trabalho.
25. Perguntou se podia consumir cocaína antes de começar a entrevista.
26. O pretendente à vaga chegou usando apenas um sapato. Disse que o outro fora roubado no ônibus.
27. A bolsa da candidata abriu durante a entrevista e de dentro saltou uma calcinha, além de dois potes de maquiagem e um vidro de perfume.
28. Chegou na entrevista de mobilete e estacionou na recepção. Disse que não queria ser roubado e por isso precisava de um lugar coberto para deixar a mobilete.
29. Retirou o sapato e a meia do pé direito e colocou talco nos dedos. Disse que precisava fazer aquilo quatro vezes ao dia e que estava na hora.
30. Assoviou o tempo todo enquanto o entrevistador falava...


Resultado: Contratado no ato.Experimente.

Iron Man do Black Sabbath a meio milhão de volts....

Anime-se....

- Finalmente ela olhou pra você. E te achou feio.
- Aquela festa parece legal. Ninguém te convidou.
- Uma mulher te cantou. Travesti.
- Seja feliz. A base de remédios.
- Sexta feira. O melhor dia para invejar pessoas felizes.
- Dia do sexo. Aquilo que você faz com sua mão.
- Tudo saiu como o esperado. Errado.
- Bloqueie suas fotos no Orkut. Evite que mais pessoas sintam nojo de você.
- Ele ainda se lembra de você. Com nojo.
- Seu fim de semana. Também conhecido como “fail de semana”.
- Acaricie sua mão. Finja que é de uma garota.
- Você venceu seus inimigos. Playstation.
- Deixe “Namorando” no Orkut. Engane as pessoas.
- Ela disse que te ama. “Desculpe, janela errada”.
- Faça um elogio. Não receba outro em troca.
- Sua cara metade. Virou gay.
- Você tem uma vida social feliz. The Sims.
- Você postou fotos para o Lingerie Day. Ninguém se masturbou.
- Ela não esta offline, você que está bloqueado.
- Não desanime com uma derrota. Amanhã tem mais.
- Talvez as coisas mudem. Para a pior.
- Dia dos Namorados, Dia do Amigo. Um dia inventam uma data de algo que você tenha.
- Você tem cerveja na geladeira. Nova Schin.
- Sua noite promete sexo. RedTube.
- Seu amigo lembrou de você. Dinheiro emprestado.
- Você tem coragem. Na internet.
- Você sabe das coisas. Wikipédia.
- Te pagaram uma bebida. “Boa noite cinderela”.
- Uma mulher te abraçou. Sua mãe.
- Está tudo dando certo. Ai você acorda…
- Você sorriu durante esse post. Cócegas.

sábado, 11 de setembro de 2010

Citações: abra sua mente !!!!

A humanidade só saiu da barbárie mental primitiva quando se evadiu do caos das suas velhas lendas e não temeu mais o poder dos taumaturgos, dos oráculos e dos feiticeiros. Os ocultistas de todos os séculos não descobriram nenhuma verdade ignorada, ao passo que os métodos científicos fizeram surgir do nada um mundo de maravilhas. Abandonemos às imaginações mórbidas essa legião de larvas, de espíritos, de fantasmas e de filhos da noite — e que, no futuro, uma luz suficiente os dissipe para sempre.
— Gustave Le Bon
Quer ler mais??? - Abra aqui...http://ateus.net/citacoes/

Devil: suspense escrito e produzido por Shyamalan ...é assustador !!!!

Devil, suspense sobrenatural coescrito por Brian Nelson (30 Dias de Noite) e M. Night Shyamalan, produzido pelo cineasta indiano, teve sua data de estreia definida. A Universal Pictures lança o filme nos EUA em 17 de setembro.
Mais detalhes da trama também começam a sair. Ela enfoca um grupo de pessoas, incluindo um detetive de homicídios que tenta combater o alcoolismo (Chris Messina), que se vê presa dentro de um elevador - e uma dessas pessoas é o diabo em pessoa.
Logan Marshall-Green, Jenny O'Hara, Jacob Vargas, Matt Craven, Bojana Novakovic, Bokeem Woodbine, Geoffrey Arend e Caroline Dhavernas também estão no elenco. A direção é dos irmãos John Erick e Drew Dowdle (produtores e roteiristas de Quarentena).
Devil seria lançado com o nome do selo que Shyamalan criou, The Night Chronicles, mas o estúdio preferiu a versão mais reduzida e descartou o título The Night Chronicles: Devil.

The Books on the Table...

O Brasil sediará a Copa de 2014. Como muitos turistas de todo mundo estarão por aqui, é imprescindível o aprendizado de outros idiomas (em particular o inglês) para a melhor comunicação com eles.

Pensando em auxiliar no aprendizado, foi formulada uma solução prática e rápida!!

Chegou o sensacional e insuperável curso 'The Book is on the Table', com muitas palavras que você usará durante a Copa do Mundo de 2014.

Veja como é fácil!

a.) Is we in the tape! = É nóis na fita.
b.) Tea with me that I book your face = Chá comigo que eu livro sua cara.(essa é SEN-SA-CI-O-NAL !!!!! )
c.) I am more I = Eu sou mais eu.
d.) Do you want a good-good? = Você quer um bom-bom?
e.) Not even come that it doesn't have! = Nem vem que não tem!
f.) She is full of nine o'clock = Ela é cheia de nove horas.
g.) I am completely bald of knowing it. = To careca de saber.
h.) Ooh! I burned my movie! = Oh! Queimei meu filme!
i.) I will wash the mare. = Vou lavar a égua.
j.) Go catch little coconuts! = Vai catar coquinho!
k..) If you run, the beast catches, if you stay the beast eats! = Se correr, o bicho pega, se ficar o bicho come!
l.) Before afternoon than never. = Antes tarde do que nunca.
m.) Take out the little horse from the rain = Tire o cavalinho da chuva.
n.) The cow went to the swamp. = A vaca foi pro brejo!
o.) To give one of John the Armless = Dar uma de João-sem-Braço.


Gostou?- Nozes na Frita.com.br

Cachorrinho problemático.




Contribuição: Uhull S.A

Krav Maga - Defesa Pessoal Israelense

Um Sábado Qualquer...


sexta-feira, 10 de setembro de 2010

As maiores mentiras já contadas !!!!

01 – Satisfação garantida ou seu dinheiro de volta.
02 – Não nos procure, nós o procuraremos!
03 – Pode deixar que eu te ligo.
04 – Puxa como você emagreceu!
05 – Fique tranqüilo, vai dar tudo certo.
06 – Quinta-feira, sem falta, o seu carro vai estar pronto.
07 – Pague a minha parte que depois eu acerto contigo.
08 – Eu só bebo socialmente.
09 – Isso é para o seu próprio bem…
10 – Eu estava passando por aqui e resolvi subir.
11 – Estou te vendendo a preço de custo.
12 – Não vou contar pra ninguém.
13 – Não é pelo dinheiro, é uma questão de princípios.
14 – Somos apenas bons amigos…
15 – Que lindo é o seu bebê.
16 – Pode contar comigo!
17 – Você está cada vez mais jovem.
18 – Eu nem reparei que você usava peruca…
19 – Nunca broxei antes.
20 – Você foi a melhor transa que eu já tive!
21 – Não contém aditivos químicos.
22 – Estou sem troco, leve um chiclete.
23 – Obrigado pelo presente, era exatamente o que eu estava precisando….
24 – Não se preocupe essa roupa não vai encolher.
25 – Não se preocupe, essa roupa vai lacear.
26 – Essa roupa é a sua cara!
27 – Eu não pude evitar.
28 – Tudo o que é meu, é seu.
29 – A inflação vai cair.
30 – Eu não sou candidato.
31 – Começo a dieta na segunda…
32 – O trabalho engrandece o homem!
33 – Isso nunca aconteceu comigo…
34 – Isto vai doer mais em mim do que em você.
35 – Dinheiro não traz felicidade.
36 – Você sempre foi a única!
37 – Pode ir que vou depois.
38 – Eu nem estava olhando…
39 – Que bom que você já arrumou outra, estou feliz.
40 – A amizade é o que importa.
41 – Juro que não estava sabendo!
42 – Não fui eu que contei.
43 – Está perfeito!
44 – Esse carro nunca foi batido, só fica na garagem…
45 – Não folga que sou do jiu-jítsu!
46 – Eu liguei, mas ninguém atendeu…
47 – Beleza e dinheiro não importam, e sim estar feliz.
48 – Ela era virgem quando a conheci.
49 – Nunca te traí!

Ria...faz bem !!!

10 MOTIVOS PARA SER ALEMÃO

1- Melhores cervejas do mundo
2- Achar “normal” a esposa passar a noite transando com outro(a)
3- Estar no 1º mundo sem ser “babaca” como os americanos
4- Volkswagen
5- Audi
6- Mercedes
7- Dirigir a uma velocidade que em qualquer outro país daria cadeia
8- Não ter que aprender alemão como segunda língua
9- Achar joelho de porco uma delícia
10- Poder ser um fumante inveterado sem ninguém notar que está pigarreando

10 MOTIVOS PARA SER AMERICANO
 
1- Adorar “música brasileira”, como merengue, salsa e rumba
2- Usar as roupas mais estranhas do mundo e ninguém ligar
3- Poder tomar cerveja dizendo apenas “Gimme a Bud”
4- Saber que a capital do Brasil é Buenos Aires
5- Poder estudar de graça em Yale, desde que saiba jogar futebol americano
6- Ser texano, falar como caipira, se vestir como caipira, e se orgulhar de ser “cowboy”
7- Assistir novelas como qualquer brasileiro, mas chamá-las de soap opera
8- Entender as regras do baseball e do futebol americano e se divertir com isso
9- Achar que qualquer passeiozinho mixuruca foi “terrific, cool, amazing, gorgeous”
10-Não ter que estudar no Yazigi, CCAA ou Fisk pra navegar na Internet

10 MOTIVOS PARA SER FRANCÊS
 
1 - Saber que o Brasil não é um país sério
2 - Experimentar a glória de ser campeão do mundo de futebol pela primeira vez em cima do Brasil
3- Conseguir ser mal-humorado, mesmo morando na cidade mais linda do mundo
4- Se houver guerra, render-se logo para ganhar tempo
5- Não precisar ler legendas nos filmes da Euro Channel
6- Testar bombas atômicas nos países dos outros
7- Ouvir a namorada dizendo “je t’aime, mon amour”
8- Não precisar tomar muitos banhos
9- Ser boiola sem ninguém notar (afinal, todos falam fazendo beicinho…)
10-Ter fama de amante incansável - mesmo que seja só fama

10 MOTIVOS PARA SER SUECO
 
1- Loiras
2- Liberdade sexual
3- Loiras
4- Vodka Absolut
5- Loiras
6- Liberdade sexual
7- Loiras
8- Volvo
9- Loiras
10-Liberdade sexual com duas loiras, tomando “Absolut” no banco de trás de um Volvo

10 MOTIVOS PARA SER FINLÂNDES
 
1- Linux
2- Nokia
3- Pingüins
4- Linus Torvalds (Criador do Linux)
5- Heiken Nokia (Criador da Nokia)
6- Tux (o pingüim símbolo do Linux)
7- Universidade de Helsinque (onde foi criado o Linux)
8- Universidade de Nokia (onde foi criado o Nokia)
9- Universidade de Turku (onde se estuda os pingüins)
10- 2 meses de verão, com a “incrível” temperatura de 18 graus

 10 MOTIVOS PARA SER INGLÊS
 
1- Duas guerras e uma copa do mundo
2- Cerveja quente
3- Confundir todo mundo com as regras do jogo de críquete
4- Aceitar elegantemente a derrota no esporte
5- Fazer a melhor batata cozida do mundo
6- Rir muito com as piadas chatas do Mr. Bean
7- Viver no passado e achar que ainda é uma potência mundial
8- Tomar banho todas as semanas - precise ou não
9- Ser gentil e tolerante com os povos “inferiores” que os visitam
10-Saber que todos os insetos vêm da Escócia

10 MOTIVOS PARA SER ITALIANO
 
1- Conhecer profundamente os mais bizarros formatos de massas
2- Ficar mexendo com todas as mulheres que passam na rua
3- Chamar o próprio carro de “la mia macchina”, mesmo que seja uma lata velha
4- Ser pacífico: As últimas glórias militares datam da Antigüidade
5- Saber falar com as mãos
6- Ferrari
7- Poder dizer “amore mio” sem ter trabalhado na Globo
8- Lamborghini
9- Chamar futebol de “calccio” e ainda assim ser tricampeão do mundo
10-Ter os melhores guarda-costas, bem ali na Sicília

10 MOTIVOS PARA SER ARGENTINO
 
1- Nenhum
2- Ser resultado do cruzamento de índio com italiano, mas pensar que é inglês
3- Nenhum
4- Achar que o vinho de Mendoza é melhor que o Chileno
5- Nenhum
6- Acreditar que são os melhores no futebol (na verdade, acreditar que são bons em tudo!)
7- Nenhum
8- Ser vizinho do Brasil
9- Nenhum
10-Ter o maior orgulho dos sapatos nacionais, mesmo que não consigam mais comprá-los

10 MOTIVOS PARA SER BRASILEIRO
 
1- O melhor futebol do mundo
2- Praias
3- Caipirinha, na praia
4- Vatapá baiano, feijoada carioca, tutu de feijão mineiro, moqueca capixaba, virado à paulista, barreado e churrasco gaúcho
5- Mulheres de biquíni, loiras, morenas, ruivas, orientais, mulatas
6- Morar na América do Sul e não ter que falar espanhol
7- Ter a mesma nacionalidade que Deus
8- Ter um artilheiro de quase 40 anos que não cheira cocaína
9-Ter a felicidade de não ter nascido na Argentina
10- Aprender inglês sem saber o português

quinta-feira, 9 de setembro de 2010

LULLA e a Imprensa : intimidação e ameaça.

Dilma está em Minas. Lula está em Minas. Um grupo de ministros está em Minas. Em Contagem, o “presidente” entregou alguns apartamentos que fariam parte do PAC — a marca-fantasia para obras que fazem parte das obrigações de um governo. Em Betim, logo em seguida,  fez um comício em favor de sua criatura eleitoral: aí já era o militante que falava, entenderam?
Digamos que Lula ao menos mantivesse as aparências — estaríamos num daqueles casos que já citei aqui: César poderia não ser honesto, mas se esforçaria, ao menos para parecer. O homem já passou dessa fase. Sua participação no horário eleitoral, com o discurso em que satanizou a oposição, deixa isso claro.
No discurso de Contagem, disse o PRESIDENTE, não o MILITANTE, segundo informa a Folha Online:
“A minha alegria é imensa de saber que eu cheguei a presidente da República porque, um dia, vocês tiveram consciência política e não tiveram medo de votar em mim. Porque, um dia, vocês acreditaram em vocês mesmos. Eu acho que essa é a grande coisa que eu vou deixar quando eu sair da Presidência: que o povo trabalhador desse país, a classe média e os pobres aprenderam a pensar pela sua cabeça, a andar com suas pernas, a enxergar pelos seus olhos e a votar pela sua consciência, e não pelos pseudo-formadores de opinião pública desse país. E é por isso que o Brasil tá melhorando.”
A expressão “pseudo-formadores de opinião pública” designa a imprensa. A exemplo de Renato Janine Ribeiro, o professor de ética totalitária, Lula não gosta do trabalho que o jornalismo vem fazendo, embora, no geral, ele seja bastante afinado, com as exceções de praxe, com o petismo e os valores de que o partido se quer monopolista. É que as quebras de sigilo são de tal sorte escandalosas que não há como esconder a notícia. Mas que há gente tentando, ah, isso há…
Lula está entre os governantes latino-americanos hoje empenhados em intimidar a imprensa. Na Venezuela, ela já morreu. Agoniza na Bolívia, no Equador e na Nicarágua. Na Argentina, vive o seu pior momento desde o fim da ditadura. No Brasil, o petismo patrocina uma penca de projetos de lei, saída de suas “conferencias”, para, como eles dizem, fazer o “controle social da mídia” — uma expressão esquerdopata para “censura”.
A fala de Lula é, no presente, uma intimidação — tenta ver se o jornalismo recua na cobertura do escândalo do sigilo — e projeta uma ameaça para o futuro caso Dilma seja eleita. Já afirmou, mais de uma vez,  que ele próprio só se tornou quem é em razão do trabalho da imprensa — o que é verdade. No poder, Lula descobriu que “notícia” é tudo o que escrevem a seu favor e “mentira e calúnia”, tudo o que ele não gosta de ler.
Digamos que todos os políticos pensem mais ou menos assim. Ocorre que o PT é o único partido que, na democracia, se organizou para calar a imprensa.
Por Reinaldo Azevedo - Agora eu tô PUTO.
Quer ler mais??  - veja.abril.com.br/blog/reinaldo/

Formulário de aspirante à namorada.

WWW.TESTOTERONA.BLOG.BR

Lulismo a auto-referência a servico da propagação da ignorância ou de ratos e elefantes.

Nem sempre a gente tem um exemplo tão claro, tão evidente, como no texto que vai abaixo, de como Lula, o Depredador de Instituições, seqüestra a história alheia, rouba para si o mérito de terceiros e ainda fala mal daquele que foi espoliado. E tudo com freqüente ajuda da imprensa. Leiam o que informa Fábio Amato na Folha Online. Volto em seguida.
*
O presidente Luiz Inácio Lula da Silva disse nesta quarta-feira que os EUA e a União Européia aprenderam a respeitar o Brasil depois de disputas comerciais travadas na OMC (Organização Mundial do Comércio) assim como um elefante “tem medo e se borra” de um rato.
A declaração foi feita quando o presidente discursava no evento de inauguração de um armazém de grãos da Conab (Companhia Nacional de Abastecimento), em Uberlândia (MG). De acordo com Lula, no seu governo o Brasil passou a “brigar” contra nações mais desenvolvidas e influentes, contrariando pensamento de seus antecessores que diziam que o país não poderia enfrentar economias como a dos EUA por que “são muito grandes.”
“Um elefante é daquele tamanhão, a tromba dele vale uns dez ratos, mas coloca um ratinho perto de um elefante para ver como o bicho tem medo e se borra”, disse Lula, depois de relatar as disputas travadas pelo Brasil na OMC envolvendo temas como açúcar e algodão.
“Eu acho que o que nós fizemos foi dizer para os americanos: nós respeitamos vocês, queremos vocês como parceiro privilegiado nosso, mas nós queremos também ser respeitados”, declarou o presidente, completando que o mesmo recado foi dado à União Européia.
O presidente ainda disse que “o Brasil nunca teve condições de andar de cabeça erguida como agora” e criticou seus antecessores ao afirmar que, antes dele, o país era governado por pessoas com a “mente colonizada.”
Em novembro de 2009, a OMC autorizou o Brasil a retaliar os Estados Unidos em até US$ 830 milhões em resposta aos subsídios concedidos por aquele país aos produtores de algodão. A medida determina que US$ 591 milhões sejam de produtos que terão a tarifa de importação reajustada e cerca de US$ 240 milhões em propriedade intelectual, que envolve marcas, patentes e direitos autorais que podem ser quebrados pelo Brasil.
A retaliação deveria ter começado em abril, mas foi adiada primeiro em duas semanas e depois em dois meses para que, a partir de um aceno americano com medidas paliativas, os dois países fechassem um acordo definitivo.Em junho, porém, o governo brasileiro decidiu suspender por mais dois anos e meio o processo de retaliação comercial a produtos e propriedade intelectual dos Estados Unidos, diante de um acordo provisório que prevê a diminuição até 2012 dos subsídios ilegais ao algodão.
Comento
Não estou culpando esse ou aquele, o repórter tampouco. Estou apontando um estado de coisas, caracterizando um tempo. Quem lê o texto acima na Folha Online, além de ser informado da boçalidade vocabular do “guia” de Elio Gaspari — com sua vocação para a escatologia —, imagina que a autorização dada pela OMC para o Brasil retaliar os EUA derivou de uma ação do governo Lula.
Pois é… Quem recorreu à OMC contra os subsídios que o governo americano dava a seus produtores de algodão foi… atenção!, O GOVERNO FHC. Aconteceu em 2002, e o julgamento definitivo só se deu no dia 2 de junho de 2008, com a autorização para a retaliação. Em vez de partir para o confronto, o governo Lula tem postergado a reação, tentando negociar, o que é o certo, diga-se — já escrevi aqui a respeito. Mas imaginem o que os “economistas” do PT não estariam dizendo agora caso fosse FHC a evitar “a punição” aos EUA. Seria acusado de se subordinar ao imperialismo.
Assim vai se construindo uma farsa, nos seus pequenos detalhes. Quanto ao “elefante” que “se borra” (ai, ai…) de medo do “rato”, dizer o quê? Desconstruindo a metáfora em si, é preciso deixar claro: Lula está veiculando uma mentira. O Brasil tem hoje, no comércio mundial, praticamente a participação que tinha em 2002: variou de 1,1% para 1,2%. O valor das commodities é que cresceu brutalmente, o que foi bom para nós, mas Lula não tem nada com isso.
Quanto à coisa em si, É MENTIRA QUE ELEFANTES TENHAM MEDO DE RATOS. Trata-se de um mito, pura expressão de ignorância. Alguém deve ter visto alguma vez o pesado animal tentando pisar na minúscula e ágil criatura e supôs tratar-se de medo. O primeiro registro dessa bobagem em livro é de Plínio, o Velho, na enciclopédia “História Natural”. Segundo ele, o ódio do paquiderme pelo bichinho é tal que chega a recusar o feno em que o rato tenha passado. Plínio também achava que os elefantes tinham respeito pela religião.
Lula deve imaginar que o elefante de fato teme que o rato lhe entre tromba adentro — provável origem dessa tolice, temor idêntico, na seara política, que o EUA teriam do Brasil. Huuummm… Lula bem que tentou “entrar na tromba” de Obama no caso do Irã e até de Honduras. E levou uma trombada que o jogou a alguns metros de distância.
O lulismo é isto: a auto-referência a serviço da propagação da ignorância.
Por Reinaldo Azevedo - Quer saber mais???
http://veja.abril.com.br/blog/reinaldo/

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Pedra Leticia no Jô..".us cara é fera "

Ingresso pro show = R$ 15 ....Caneta bic + pedaço de papel + batom da mamãe = R$ 2,00 ... ser melhor que o Justin Bieber: NÃO TEM PREÇO!!!!

Assistí esses caras em Itumbiara( 42@ EXPO)  e o show foi algo assim..como direi?? Fodástico !!
Começando pelo apresentador ( Um tal de Lazim...ou Lazarentim..hehehehe !! ) que não sabia nada sobre a banda...primeiro falou que nós iriamos nos emocionar com suas músicas ( Talvez com em Plena lua de mel... ),teríamos bailarinas no palco (talvez na musica Baby Baba....).Eu penso que quando ele leu o nome da banda, deve ter imaginado: " TÃO ME TIRANDO...hehehe ". Mas as 2 horas de show foram de pura diversão...simplesmente imperdível !!!!