quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Fotos de Marcos Matsunaga esquartejado.(+18)

 Clique no link abaixo:

http://www.mortebrutal.com/2012/08/marcos-matsunaga-esquartejadoveja-aqui.html

Pequena Aula de História sobre o PT.

Uma Urgente Aula de História- (Lúcia Hippólito)

Aula de História
O Futuro do PT
(Lúcia Hippólito)
“Nascimento” do PT:
O PT nasceu de cesariana, há 29 anos. O pai foi o movimento sindical, e a mãe, a Igreja Católica, através das Comunidades Eclesiais de Base.
Outros orgulhosos padrinhos foram os intelectuais, basicamente paulistas e cariocas, felizes de poder participar do crescimento e um partido puro, nascido na mais nobre das classes sociais, segundo eles: o proletariado.
“Crescimento” do PT:
O PT cresceu como criança mimada, manhosa, voluntariosa e birrenta. Não gostava do capitalismo, preferia o socialismo. Era revolucionário. Dizia que não queria chegar ao poder, mas denunciar os erros das elites brasileiras.
O PT lançava e elegia candidatos, mas não "dançava conforme a música". Não fazia acordos, não participava de coalizões, não gostava de alianças. Era uma gente pura, ética, que não se misturava com picaretas.
O PT entrou na juventude como muitos outros jovens: mimado, chato e brigando com o mundo adulto.
Mas nos estados, o partido começava a ganhar prefeituras e governos, fruto de alianças, conversas e conchavos. E assim os petistas passaram a se relacionar com empresários, empreiteiros, banqueiros.
Tudo muito chique, conforme o figurino.
“Maioridade” do PT:
E em 2002 o PT ingressou finalmente na maioridade. Ganhou a presidência da República. Para isso, teve que se livrar de antigos companheiros, amizades problemáticas. Teve que abrir mão de convicções, amigos de fé, irmãos camaradas.
Pessoas honestas e de princípios se afastam do PT.
A primeira desilusão se deu entre intelectuais. Gente da mais alta estirpe, como Francisco de Oliveira, Leandro Konder e Carlos Nelson Coutinho se afastou do partido, seguida de um grupo liderado por Plínio de Arruda Sampaio Junior.
Em seguida, foi a vez da esquerda. A expulsão de Heloisa Helena em 2004 levou junto Luciana Genro e Chico Alencar, entre outros, que fundaram o PSOL.
Os militantes ligados a Igreja Católica também começaram a se afastar, primeiro aqueles ligados ao deputado Chico Alencar, em seguida, Frei Betto.
E agora, bem mais recentemente, o senador Flávio Arns, de fortíssimas ligações familiares com a Igreja Católica.
Os ambientalistas, por sua vez, começam a se retirar a partir do desligamento da senadora Marina Silva do partido.
Quem ficou no PT?
Afinal, quem do grupo fundador ficará no PT? Os sindicalistas.
Por isso é que se diz que o PT está cada vez mais parecido com o velho PTB de antes de 64.
Controlado pelos pelegos, todos aboletados nos ministérios, nas diretorias e nos conselhos das estatais, sempre nas proximidades do presidente da República.
Recebendo polpudos salários, mantendo relações delicadas com o empresariado. Cavando benefícios para os seus. Aliando-se ao coronelismo mais arcaico, o novo PT não vai desaparecer, porque está fortemente enraizado na administração pública dos estados e municípios. Além do governo federal, naturalmente.
É o triunfo da pelegada.
Lucia Hippolito
O PERIGO É O SILÊNCIO
Eu pediria a todos que receberem esse e-mail o favor de ler o texto por inteiro, com calma e atenção e, se puder e entender que seja pertinente, gastar um tempinho, para reenviá-lo a todos da sua lista.
Diamantina, Interior de Minas Gerais, 1914.
O jovem 'Juscelino Kubitschek', de 12 anos, ganha seu primeiro par de sapatos.
Passou fome. Jurou estudar e ser alguém. Com inúmeras dificuldades, concluiu o curso de Medicina e se especializou em Paris.
Como Presidente, modernizou o Brasil.
Legou um rol impressionante de obras e; humilde e obstinado, era (E AINDA É) querido por todos.
Brasília, 2003.
Lula assume a presidência. Arrogante, se vangloria de não haver estudado.
Acha bobagem falar inglês. 'Tenho diploma da vida', afirma. E para ele basta.
Meses depois, diz que 'ler é um hábito chato'.
Quando era 'sindicalista', percebeu que poderia ganhar sem estudar e sem trabalhar - sua meta até hoje.

Londres, 1940.
Os bombardeios são diários, e uma invasão aeronaval nazista é iminente.
O primeiro-ministro W. Churchill pede ao rei George VI que vá para o Canadá.
Tranquilo, o rei avisa que não vai.
Churchill insiste: então que, ao menos, vá a rainha com as filhas. Elas não aceitam e a filha entra no exército britânico; como 'Tenente-Enfermeira', e, sua função é recolher feridos nos bombardeios.
Hoje ela é a 'Rainha Elizabeth II'.
Brasília, 2005.
A primeira-dama (? que nada faz para justificar o título) Marisa Letícia, requer 'cidadania italiana' - e consegue.
Explica, candidamente, que quer "um futuro melhor para seus filhos".
E O FUTURO DOS NOSSOS FILHOS, CIDADÃOS E TRABALHADORES BRASILEIROS?

Washington, 1974.
A imprensa americana descobre que o presidente Richard Nixon está envolvido até o pescoço no caso Watergate. Ele nega, mas jornais e o Congresso o encostam contra a parede, e ele acaba confessando.
Renuncia nesse mesmo ano, pedindo desculpas ao povo.
Brasília, 2005.
Flagrado no maior escândalo de corrupção da história do País, e tentando disfarçar o desvio de dinheiro público em caixa 2, Lula é instado a se explicar.
Ante as muitas provas, Lula repete o "eu não sabia de nada", e ainda acusa a imprensa de persegui-lo.
Disse que foi 'traído', mas não conta por quem.

Londres, 2001.
O filho mais velho do primeiro-ministro Tony Blair é detido, embriagado, pela polícia.
Sem saber quem ele é, avisam que vão ligar para seu pai buscá-lo.
Com medo de envolver o pai num escândalo, o adolescente dá um nome falso.
A polícia descobre e chama Blair, "que vai sozinho à delegacia buscar o filho".
Pediu desculpas ao povo pelos erros do filho.

Brasília, 2005.
O filho mais velho de Lula é descoberto recebendo R$ 5 milhões de uma empresa, financiada com dinheiro público. Alega que recebeu a fortuna vendendo sua empresa, de fundo de quintal, que não valia nem um décimo disso.
O pai, raivoso, o defende e diz que não admite que envolvam seu "filhinho nessa sujeira"? ? ?

Nova Délhi, 2003.
O primeiro-ministro indiano pretende comprar um avião novo para suas viagens.
Adquire um excelente, brasileiríssimo 'EMB-195', da 'Embraer', por US$ 10 milhões.
Brasília, 2003.
Lula quer um avião novo para a presidência. Fabricado no Brasil não serve.
Quer um dos caros, de um consórcio franco-alemão. Gasta US$ 57 milhões e,
AINDA, manda decorar a aeronave de luxo nos EUA.
"DO BRASIL NÃO SERVE".
E você, já decidiu o que vai fazer nos próximos minutos?
Vamos dar ao BRASIL uma nova chance!
Ele precisa voltar para o caminho da dignidade.
Nós não merecemos o desgoverno que se instalou em nosso País e temos a OBRIGAÇÃO de acordar e lutar antes que seja tarde.
PS: Não podia faltar,como gran finalle: - A tal aliança LuLLa e Maluf prá eleger o Haddad como prefeito de São Paulo...essa foi de doer !!!
Contribuição de meu amigo Cmte. Flávio Popoka via Face....brigadú !!!

OldSpice - Music Body

Você sabe quem é Terry Crews? Se não lembrou do nome, certamente já deve ter visto ele atuando na série “Todo Mundo Odeia o Chris”, onde ele faz o papel de Julius, pai do Chris. Pois bem, Crews é um dos garotos propaganda da Old Spice, que é uma marca de cosméticos voltada para o público masculino. Desta vez, ele ataca de músico usando seus próprios músculos para tocar os instrumentos. O mais interessante, é que o vídeo é interativo. Logo depois que Crews demonstra seus dotes musicais, você pode usar seu teclado para movimentá-lo e criar um novo vídeo músical.

quarta-feira, 29 de agosto de 2012

Histórias da Internet....

SPOLETO (PARTE 2)

Quando o Kibe Loco estreou, há dez anos (isso mesmo: uma década, o que, em se tratando de internet, é uma verdadeira eternidade), fazer piadas com empresas era arrumar sarna para se coçar. Brincar com marcas e/ou produtos garantiam um telefonema de um advogado ou a chegada das boas e velhas notificações extra-judiciais pelo correio. Nunca deram em nada, mas para jovens inexperientes atuando numa mídia na qual tudo era novidade, o susto era grande. Blogs chegaram a ser processados. Mesmo.
Alguns anos depois, os empresários pararam de se incomodar e, mais recentemente, passaram até a pagar à agências ou diretamente aos blogs para falar de suas marcas. São os chamados “publieditoriais”, uma espécie de merchandising digital. Pois bem, quando achamos que não havia mais degraus para subir, eis que um vídeo da Porta dos Fundos mudou o rumo das coisas.
Com a proposta de fazer um humor sem hipocrisia, publicamos, no dia 13 de agosto, o vídeo “Fast Food”, uma crítica – bastante direta, aliás – ao atendimento de estabelecimentos como a cadeia de restaurantes Spoleto. O que aconteceu? Mais um telefonema. Mas, dessa vez, não era um advogado do departamento jurídico, do assessor de imprensa ou de quem atende à conta publicitária da empresa. Eram os donos do Spoleto.
Isso mesmo. Os donos do Spoleto ligaram pra gente. E sabem pra quê? Pra nos convidar para um chope num boteco do Baixo Gávea.
Fomos.
Depois das devidas apresentações, de alguns chopes e muitas risadas, os caras resolveram (pasmem!) patrocinar o canal da Porta dos Fundos no YouTube. E mais: pediram (pediram!) para que o título do vídeo mudasse para “Spoleto” e ainda encomendaram uma continuação.
O desfecho dessa história vocês podem assistir abaixo, na ação de marketing mais espetacular da internet brasileira esse ano e no que deve ser o comercial online mais legal de todos os tempos. Assistam! :-)



 Viram, publicitários, profissionais de marketing e advogados? É assim que se transforma um limão numa limonada.
Vejam a parte 1,para vocês se situarem....





DENÚNCIA: criança é exposta a vexame em público durante Culto Religioso.

terça-feira, 28 de agosto de 2012

quinta-feira, 9 de agosto de 2012

Michael Sandel - Justiça,Moralidade e o Debate Democrático.




Nesta envolvente palestra do TED, o filósofo e professor da Universidade de Harvard, Michael Sandel, promove uma reflexão crítica sobre a maneira como os debates políticos tem sido conduzidos nos últimos tempos e sobre como ideias simples, postuladas por Aristóteles há muitos séculos, poderiam nos ajudar a recuperar a arte perdida do debate democrático.

Utilizando como exemplos uma distribuição hipotética de flautas, a natureza do golfe e o atual debate sobre o casamento entre pessoas do mesmo sexo, Sandel aplica princípios  básicos advindos da filosofia moral para demonstrar como poderíamos elevar a qualidade dos atuais debates políticos envolvendo justiça e moralidade.
O professor Michael Sandel se tornou ainda mais famoso por conta da disponibilização online e gratuita de um famoso curso que ele ofereceu na Universidade de Harvard sobre justiça. Você pode acessar o material deste curso aqui. Além disso, já foi publicada em português a tradução de um dos seus livros sobre o assunto (Justiça: O que é fazer a coisa certa)

Direto do BuleVoador

terça-feira, 7 de agosto de 2012

sexta-feira, 3 de agosto de 2012

"Morto e Feliz", por Maurice Heesen.

We only fear death because we don’t know what is there. It’s better to keep laughing in life until we meet death.” (Nós só tememos a morte, porque não sabemos o que está nela. É melhor manter o riso na vida até encontrar a morte)





Que tal uma chupadinha no meio da noite?

OS MANDAMENTOS DE UMA PRINCESA

Cerca de 800 mulheres se espremem em um salão dentro de um clube em Copacabana, na Zona Sul do Rio, onde fica a sede da Igreja Celular Internacional. De vestido de bolinhas e salto alto, Sarah Sheeva, 39 anos, sobe ao palco. “Estamos aqui contra o espírito da cachorrice. Somos as princesas de Deus. Amém”, diz ela, seguida pelo coro da multidão. “Vamos gritar mais que show de rock!”, empolga-se a pastora, filha da cantora Baby do Brasil. É o culto das princesas, que acontece sempre na última quinta do mês.
Se você é mulher e só aparece cachorro safado na sua vida, vem para cá que vai atrair homem honrado. Glória a Deus, Senhor”, entoa Sarah, que se tornou evangélica em 1997. De discípula, virou pastora, e passou a ministrar congressos de santificação Brasil afora. Há pouco mais de um ano, começou a escrever um livro, “Manual de princesices – Como deixar de ser cachorra, se tornar uma princesa, e receber o amor que você merece”, que será lançado ainda este ano.
“Percebi que no meio evangélico havia uma carência no que dizia respeito a ensinamentos para as mulheres”, conta. “Como o livro ainda não estava pronto, decidi fazer as reuniões. Na primeira, esperava umas 10 mulheres, mas apareceram 100. Na segunda, vieram 300. Começou a vir tanta gente que tivemos que abrir inscrições”, lembra ela. “Agora sonho em fazer no Theatro Municipal”, suspira.
Princesa que se preze não chega junto, mas espera o homem certo chegar. “Temos um tesouro no meio das pernas. O fato de ter uma vagina faz de você o ser mais precioso da Terra”, diz Sarah durante o culto. Quem segue os ensinamentos da pastora também não usa roupa sexy. “Mulher que usa decote não bota limite. Damos limites na nossa própria veste. Por que as prostitutas se vestem daquela forma? Aprenda a ter sensatez, a botar mistério nas suas vestes”, enfatiza ela, já julgando a camiseta regata que a repórter estava usando. “Dá para ver o ‘reguinho’ do seu seio, não pode”.
Sexo e beijo na boca são delícias apenas para o casamento. Se o príncipe ainda não apareceu, espere na seca. “A vontade da carne é igual a vontade de comer empada quando se está de dieta”, compara Sarah, há 10 anos sem sexo e há nove sem beijar na boca. Para não cair em tentação, ela evita filmes de romance, entre outras coisas. “É desafiador, mas não provoco desejo. Oro e me cuido”, diz. “Se Deus não me casou, é porque ainda não quis”, conta a pastora, que não admite nem ela mesma se dar prazer. “Não me masturbo”, afirma. “E também não tenho vergonha de dizer que estou há 10 anos sem ver um homem nu. Já fui ninfomaníaca, viciada em homem. Eu era uma ex-cachorra, sei o que é aceitar migalha emocional. Mas você aprende o que está errado e conserta”.

 Direto do Testosterona