terça-feira, 29 de dezembro de 2009

Uma certa mulher do cabelo claro...

Meu querido filho,




Escrevo estas poucas linhas que é para saber que estou viva.



Escrevo devagar porque sei que não gosta de ler depressa. Se receber esta carta, é porque chegou. Se ela não chegar, avisa-me que eu mando outra.



O teu pai leu no jornal que a maioria dos acidentes ocorre a 1 km de casa. Por isso, mudamo-nos pra mais longe.



Sobre o casaco que queria, o teu tio disse que seria muito caro mandar pelo correio por causa dos botões de ferro que pesam muito. Assim, arranquei os botões e coloquei-os no bolso. Quando chegar aí, pregue-os de novo.



Sobre o nosso cão, o Rexlino, ontem foi atropelado e tiveram que lhe cortar o rabo, por isso toma cuidado quando atravessar a rua.



Tua irmã Laura vai ser mãe, mas ainda não sabemos se é menino ou menina. Portanto, ainda não sei se você será tio ou tia.



Hoje, teu irmão me deu muito trabalho. Fechou o carro e deixou as chaves lá dentro. Tive de ir em casa, pegar a reserva para a abrir. Por sorte, cheguei antes de começar a chuva, pois a capota estava aberta.



Se vir a Dona Rosinha, diz-lhe que mando lembranças. Se não a vir, não digas nada.



Um beijo,

Tua mãe Marcela.

PS: Era para te mandar os 300 reais que me pediu, mas quando me lembrei já tinha fechado o envelope.

2010 promete....será???!!!!


sábado, 26 de dezembro de 2009

JC.. É MAGICO !!!


Feliz Natal atrasado....


Cristiano Ronaldo Vs Um Garoto de 12 anos no FreeStyle

Dica Gratis do Dia


Fernando e Sorocaba..mais uma dupla de corno sertanejo universitario


Mais uma vez eu trago para nossos leitores, uma análise super embasada da letra da música Paga Pau, que eu apelidei carinhosamente de sertanejo mano, confira:




Você diz que não me ama, você diz que não me quer
Mas fica pagando pau, qual é que é.

Na primeira frase já fica evidente o clichê que a maioria das duplas não consegue escapar: Todo fã de música sertaneja é corno. A mina do cara finge que não tá nem aí pra ele e fica pegando no pau de todo mundo. Fernando e Sorocaba trocaram pegando por pagando apenas para não chocar a sociedade. Eles ainda têm o desplante de tentar uma intimidação com a moça (qualéquié meu, tá embasando por quê?).



Todo dia seu teatro é exatamente igual,


Você finge que me odeia, mas no fundo Paga-Pau.

Não é teatro ela é não gosta do cara. Conselho: Nesses casos é melhor assumir que é corno do que tentar disfarçar. Ódio é uma palavra muito forte pra descrever o que ela sente, talvez seja a segurança de fazer o que quiser com um otário e ele ainda acha que ela tem alguma admiração, coitado.



Ela é atriz, ela faz cena, ela mete uma pressão


Se joga na minha frente, me engana não.

Olha o corno tentando se justificar mais uma vez, a única pressão que ela mete é pro rapaz pagar as contas dela. A vadia é tão desclassificada que se joga na frente do mané, e ele se gaba por isso, mas disfarça porcamente.



Feito cobra mal matada, ela rebola eu passo mal


Com o nariz empinado, ela é a tal.

Citar um animal silvestre faz parte do clichê sertanejo, afinal o cantor não pode negar suas origens, na letra da música é obrigatório citar um animal (cobra, cavalo, boi, etc.), viola, fazenda, ou outra tag que lembre o universo sertanejo. O nariz empinado dela pode ser compreendido de você voltar na explicação da segunda frase.



Se eu mando um xaveco, ela finge não ouvir


Mas se eu grito: Olha bruxa! Vem discutir.

“Sou um Pokémon e vivo em uma pokebola, quer ficar comigo ou nem rola?” Só um retardado mental passaria uma cantada falha como essa. No Halloween tente: “Oi gostosura, vamos fazer uma travessura?” (by: Nagueva) A bruxa vai adorar.



Sua psicologia tá um tanto quanto errada


Ou me aceita de uma vez, ou tá danada!

As duas últimas frases fazem pouco ou nenhum sentido, vai ver o autor já estava tão de saco cheio dessa merda, que lá pela décima oitava dose de pinga resolveu complementar o último verso com o auxílio do gerador de lero lero.




Via: Bobagento

Assassinato...na Igreja da Arrecadação Divina



Pastores envolvidos na briga



Culto religioso em igreja evangélica de Niterói terminou em tragédia nesta sexta.


O pastor Clóvis Furtado, da Igreja da Arrecadação Divina, informou que ocorria uma sessão de descarrego e uma vigília da prosperidade financeira na igreja, mas uma confusão se iniciou durante um exorcismo “Tava tudo ocorrendo na paz do Senhor Jesus Cristo, o dízimo estava indo bem, mas Exu Caveira apareceu e bolinou 3 fiéis honestas presentes no culto. Tivemos que intervir.” contou o pastor.



De acordo com testemunhas presentes no local, uma entidade maligna possuiu o corpo de um dos fiéis da Igreja, identificado apenas como Silva “Eu tentei controlar o Exu Caveira (entidade), mas não deu certo pois o Lodo e o Tranca Rua também apareceram” afirmou a evangélica Lourdes Maria, de 65 anos.



As supostas entidades encurralaram os pastores no altar e uma luta se iniciou. Segundo relatos dos seguranças, os “possuídos” gritavam impropérios numa língua desconhecida e eram atacados pelos pastores, que portavam varas de bambu. Os fiéis assistiam a surra enquanto entoavam cantos e berravam frases pregando a palavra do Senhor.



Foram 50 minutos de surra e o tumulto só foi encerrado devido à intervenção dos seguranças, que notaram um corpo estendido no altar e uma poça de sangue ao seu redor. Então atenderam o fiel desacordado, já que os pastores estavam preocupados em pregar a palavra do Senhor, inclusive usando o corpo do homem caído ao chão para demonstrar o poder de Satanás.



O segurança Roni Jairo disse que notaram alguma coisa errada no culto e que, sensibilizados, resolveram apartar a briga “Falei com o Carvalho e achamos melhor intervir naquele teatro. O indivíduo já estava desacordado, com o rosto bastante inchado e muito sangue no chão. Ligamos para o SAMU que chegou rapidamente ao local, mas nada puderam fazer, o homem morreu” disse Roni Jairo, segurança da Igreja.



Após toda a confusão, a PM foi chamada. Segundo o Capitão Lacerda, 4 entidades e 5 pastores foram presos em flagrante e pelo menos 1 fiel morreu e 5 ficaram feridos. “Nós também enquadramos o Zé Pelintra e a Pomba-gira pois eles estavam no banheiro da igreja praticando atos libidinosos”. A PM ainda informou que as surras ecumênicas serão investigadas e encaminhadas ao Ministério Público.

quarta-feira, 23 de dezembro de 2009

O Grande Diluvio no...Brasil

Um dia, o Senhor chamou Noé que morava no Brasil e ordenou-lhe:


- Dentro de 6 meses, farei chover ininterruptamente durante 40 dias e 40 noites, até que o Brasil seja coberto pelas águas.

Os maus serão destruídos, mas quero salvar os justos e um casal de cada espécie animal.

Vai e constrói uma arca de madeira.

No tempo certo, os trovões deram o aviso e os relâmpagos cruzaram o céu.

Noé chorava, ajoelhado no quintal de sua casa, quando ouviu a voz do Senhor soar furiosa, entre as nuvens:

- Onde está a arca, Noé?

- Perdoe-me, Senhor – suplicou o homem.

Fiz o que pude, mas encontrei dificuldades imensas:

Primeiro tentei obter uma licença da Prefeitura, mas para isto, além das altas taxas para obter o alvará, me pediram ainda uma contribuição para a campanha para eleição do prefeito.

Precisando de dinheiro, fui aos bancos e não consegui empréstimo, mesmo aceitando aquelas taxas de juros …

O Corpo de Bombeiros exigiu um sistema de prevenção de incêndio, mas consegui contornar, subornando um funcionário.

Começaram então os problemas com o IBAMA para a extração da madeira.

Eu disse que eram ordens SUAS, mas eles só queriam saber se eu tinha um “Projeto de Reflorestamento” e um tal de “Plano de Manejo”.

Neste meio tempo ELES descobriram também uns casais de animais guardados em meu quintal..

Além da pesada multa, o fiscal falou em “Prisão Inafiançável” e eu acabei tendo que matar o fiscal, porque, para este crime, a lei é mais branda.

Quando resolvi começar a obra, na raça, apareceu o CREA e me multou porque eu não tinha um Engenheiro Naval responsável pela construção.

Depois apareceu o Sindicato exigindo que eu contratasse seus marceneiros com garantia de emprego por um ano.

Veio em seguida a Receita Federal, falando em “sinais exteriores de riqueza” e também me multou.

Finalmente, quando a Secretaria Municipal do Meio Ambiente pediu o “Relatório de Impacto Ambiental” sobre a zona a ser inundada, mostrei o mapa do Brasil. Aí, quiseram me internar num Hospital Psiquiátrico!

Sorte que o INSS estava de greve…



Noé terminou o relato chorando, mas notando que o céu clareava perguntou:

- Senhor, então não irás mais destruir o Brasil?

- Não! – respondeu a Voz entre as nuvens

- Pelo que ouvi de ti, Noé, cheguei tarde!

O governo já se encarregou de fazer isso!


Via: blogdocaipira.com

Ajuda Psicológica...

No psicanalista, o rapaz confessa:


- Doutor, eu acho que sou homossexual.

- Quem? Você? De jeito nenhum. Veja só: o sanguinário Nero era homossexual, o inesquecível Rock Hudson era homossexual, o magnífico Napoleão Bonaparte era homossexual, o talentoso Oscar Wilde era homossexual. Mas você? Você não. Você não passa de um viadinho de merda.

Via: blogdocaipira.com

segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Recomendações...

1 – Nunca olhe nos olhos de uma mulher, isso faz com que elas se achem iguais à nos;                                                                                                                                                           2 – Se um homem PRECISAR de um guarda chuva, ele nunca deve compartilhar com outro homem. Se ele estiver com uma mulher, 70% do guarda chuva fica com ele, a menos, é claro, se ela estiver com uma camiseta branca. Nesse caso 100% do guarda-chuva é seu;
3 – Salada não é comida;
4 – Não há problemas em você se orgulhar do tamanho de suas fezes;
5 – Mulheres mestruam porque elas merecem isso;
6 – Se estiver comendo uma banana, nunca olhe nos olhos de outro homem e/ou comente da qualidade da banana (na verdade macho que é macho nem come banana);
7 – Há hormônios femininos na cerveja: você ganha peso, fala demais e não consegue mais dirigir;
8 – Sob nenhuma circunstância coma pizza com garfo e faca;
9 – Todo homem deve aprender a jogar algum tipo de poker antes de morrer;
10 – Nunca beba a mesma bebida que sua namorada, JAMAIS;
11 – Um macho jamais deve ligar para outro apenas para jogar conversa fora;
12 – Se você cobrir uma mulher com um edredon e peidar apenas para sacaneá-la, oficialmente ela já é sua namorada;
13 – Se uma mulher te pedir para abrir um pote, abra-o demonstrando facilidade, para provar sua masculinidade;
14 – Sob nenhuma circunstância, homens falam com animais com vozinha de criança;
15 – Um homem jamais dança e canta ao mesmo tempo;
16 – Se você permitir que ela fale, que seja durante os comerciais;
17 – Um macho jamais pergunta o caminho quando está dirigindo;
18 – Homens jamais vão à spas, a não ser que as atendentes façam massagem com finalização;
19 – Um homem só bebe um drink feito com frutas se estiver em uma ilha tropical, se for servido por uma gostosa de topless e se for de graça.

sábado, 19 de dezembro de 2009

quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

A Camiseta

Um curta-metragem que retrata um dos maiores problemas da humanidade: a INTOLERÂNCIA.

Neste caso a intolerância religiosa através de uma simples camiseta.

De forma surpreendente, o vídeo passa uma mensagem muito significativa.

Apesar de grande, vale a pena ver até o fim.

Trailer de " Bronson"

O Estiloso Trailer de “Bronson”
bronson2 Este é mais um daqueles filmes em que batemos o olho na sinopse e no trailer, e pronto! Fica quase impossível não querer conferir.
Rotulado como o Laranja Mecânica do século XXI, o longa-metragem “Bronson”, dirigido pelo dinamarquês Nicolas Winding Refn, conta a história real de um jovem delinquente de 19 anos chamado Michael Peterson, que vai preso por roubar um correio. A pena para este crime foi de 7 anos, mas devido ao comportamento violento do rapaz, cumpriu 34 anos de prisão, sendo 30 deles em isolamento na solitária, onde desenvolveu um alter-ego psicótico que o faz pensar que é o ator Charles Bronson.
Rodado no Reino Unido, o longa é 2008 e estreou há pouco nos EUA – No Brasil ainda não existe previsão de lançamento. Veja o trailer:

Os 10 Filmes mais Perturbadores da Década - by CINEFILIA S/A




Olá cinéfilos!

Um filme perturbador não precisa obrigatoriamente conter cenas com sangue, assassinato e tortura, por exemplo. Apesar destes elementos contribuírem para a composição de um filme que possivelmente irá chocar o público, alguns roteiros podem deixar cinéfilos aterrorizados sem que nenhuma gota de sangue pingue no set de filmagens.
Pensando nisso, e com a ideia de postar uma lista que possa servir de indicação para os leitores do Cinefilia S/A, criei um ranking com os 10 Filmes mais Perturbadores da Década.
Sei que pelo underground do cinema existem diversos filmes mais escabrosos que os aqui citados, porém foquei em títulos que, apesar dos pesares, estão mais acessíveis ao grande público. Confira:
ditd 10º – Dançando no Escuro
Título Original: Dancer in the Dark
Direção: Lars Von Trier
Roteiro: Lars Von Trier
Ano: 2000
País: Dinamarca / França / Rússia / Suécia
O que esperar da junção Lars Von Trier e Björk? Acredito que nem os mais otimistas fãs da dupla poderiam imaginar que tal união daria tão certo. O drama de uma mãe solteira que está ficando cega aos poucos, e ainda tem que trabalhar para conseguir o dinheiro da cirurgia, que salvará o filho de 12 anos do mesmo problema genético, é de fazer qualquer um ficar desconfortável na poltrona. Com um final surpreendente, Von Trier nos faz enxergar melhor como deve ser ficar sem enxergar.
Dançando no Escuro venceu a Palma de Ouro de Melhor Filme e Björk faturou prêmio de Melhor Atriz no Festival de Cannes de 2000
4_meses 9º – 4 Meses, 3 Semanas e 2 Dias
Título Original: 4 Luni, 3 Saptamani si 2 Zile
Direção: Cristian Mungiu
Roteiro: Cristian Mungiu
Ano: 2007
País: Romênia
4 meses, 3 semanas e 2 dias é o típico drama que vai te machucando aos poucos. Daqueles filmes que a gente começa comendo pipoca e acaba roendo as unhas. Na tela vemos Otilia (Anamaria Marinca) e Gabita (Laura Vasiliu), duas amigas universitárias que dividem um quarto em uma pensão. Gabita está grávida e junto com Otilia pensam no modo mais eficaz de fazer um aborto, prática ilegal no país. Desesperadas e inseguras encontram com um homem conhecido como Sr. Bebe que promete resolver o problema das garotas, porém ao saber que a gravidez de Gabita está mais avançada do que imaginava, Bebe começa a fazer outras exigências para que o “serviço” seja concluído.
Apesar do tema delicado e sempre polêmico que é o aborto, o filme apresenta, em meio ao caos da situação, uma grande demonstração de amizade e instiga o espectador com a pergunta: “Até que ponto você está disposto a ajudar um amigo?”
Dirigido por Cristian Mungiu, o longa faturou a Palma de Ouro no Festival de Cannes de 2007.
odio 8º – Ódio
Título Original: Rinjin 13-gô
Direção: Yasuo Inoue
Roteiro: Hajime Kado e Santa Inoue (Mangá)
Ano: 2005
País: Japão
Pouco conhecido no Brasil, apesar de lançado em DVD por aqui, e rotulado como uma combinação de Oldboy e Clube da Luta, o longa “Ódio” tem como seu ponto alto, o impiedoso e estiloso modo que o diretor estreante Yasuo Inoue conduziu e apresentou a trama. Baseado no mangá Rinjin 13-gô de Santa Inoue, a fita nos mostra a história de Murasaki um jovem que sofreu inúmeros maus tratos dos colegas nos tempos de escola (até ácido foi jogado no rapaz), e que anos depois arquiteta um plano para vingar-se dos antigos inimigos. Uma estranha dupla personalidade é o que move a violenta e caótica sede vingança de Murasaki.
A cara de louco e o talento de Shido Nakamura, que interpreta a personalidade 2 de Murasaki, já vale os 115 minutos de filme. Um soco no estômago ao melhor estilo de vingança oriental.
requiem 7º – Réquiem para um Sonho
Título Original: Requiem For a Dream
Direção: Darren Aronofsky
Roteiro: Darren Aronofsky, Hubert Selby, Jr
Ano: 2000
País: EUA
Filmes que abordam a dregadação de usuários de drogas já pipocaram aos montes em Hollywood, mas poucos fizeram os espectadores engolirem seco como Réquiem para um Sonho. Darren Aronofsky levou às telas o mundo de quatro pessoas onde suas vidas e seus sonhos são destruídos pelo vício das drogas.
Os loucos closes de Aronofsky associado à loucura dos personagens, formam um dos mais perturbadores retratos da destruição física e psicológica causada pelo consumo de drogas, ou pela falta dele. Um misto de dó e repugnância é o mínimo que você irá sentir na viagem de “Réquiem para um Sonho”.
adver 6º – O Adversário
Título Original: L’ Adversaire
Direção: Nicole Garcia
Roteiro: Nicole Garcia, Frédéric Bélier-Garcia e Jacques Fieschi
Ano: 2002
País: França / Suíça / Espanha
Dos presentes nesta lista, este foi o filme que mais de deixou mal, e o sono na noite em que vi custou a chegar. O motivo de tal aflição: “O Adversário” é baseado em fatos reais.
O Assassinato que chocou a França, onde um homem que mentiu por quase 20 anos sobre sua profissão decide eliminar todos que descobrirem a verdade, nem que essas pessoas sejam seus filhos, pais e esposa – Uma dura realidade levada brilhantemente em cena por Daniel Auteuil um dos mais talentosos atores em atividade.
violencia_gratuita 5º – Violência Gratuita
Título Original: Funny Games U.S.
Direção: Michael Haneke
Roteiro: Michael Haneke
Ano: 2007
País: EUA
Uma crítica a violência como forma de entretenimento foi a base de Michael Haneke para escrever e dirigir Violência Gratuita, refilmagem americana (Funny Games U.S.) do seu cultuado filme (Funny Games) gravado na Áustria em 1997.
Em cena acompanhamos o sofrimento do casal (Tim Roth e Naomi Watts) e seu filho que só queriam descansar em uma casa à beira do lago, até que recebem a visita de dois sádicos jovens que procuram se divertir torturando e mantendo a família em cativeiro, realizando um violento jogo de tortura psicológica e física.
irreversivel 4º – Irreversível
Título Original: Irréversible
Direção: Gaspar Noé
Roteiro: Gaspar Noé
Ano: 2002
País: França
A beleza estonteante de Monica Bellucci contrastada com umas das piores cenas de estupro já realizadas no cinema é o “chama-público” do polêmico Irreversível de Gaspar Noé.
A história (contada de trás para frente) apesar de simples, narra os passos de um homem (Vincent Cassel) que sai desesperado à procura do marginal que estuprou e desfigurou sua namorada – Além da angustiante cena do estupro que dura longos 9 minutos, outra cena (a do extintor) não deixará você esquecer deste filme.
anti 3º – Anticristo
Título Original: Antichrist
Direção: Lars Von Trier
Roteiro: Lars Von Trier
Ano: 2009
País: Dinamarca / França / Suécia / Itália / Alemanha / Polônia
Lars Von Trier um dos mais polêmicos diretores do cinema atual aparece mais uma vez por aqui. Quem já conferiu o underground “Os idiotas” sabe que pode esperar qualquer coisa de Von Trier, mas ainda sim, “Anticristo”, seu mais recente trabalho, deve ter deixado chocado muitos fãs do dinamarquês.
Com cenas de sexo explícito, mutilação genital e muitas outras insanidades, Lars Von Trier ainda conseguiu filmar belas imagens que só servem para amenizar a tensão dos espectadores, que assistem o sofrimento de um casal que perdeu um filho em um acidente, e tentam se livrar da culpa isolando-se em uma cabana no meio da floresta.
visitorq 2º – Visitor Q
Título Original: Bijitâ Q
Direção: Takashi Miike
Roteiro: Itaru Era
Ano: 2001
País: Japão
De todos aqui citados este com certeza é o mais bizarro. A já conhecida fama de polêmico do realizador japonês Takashi Miike alcança seu auge nesta produção.
O que esperar de um filme no qual um pai jornalista que na tentativa de fazer uma matéria sobre sexo e violência, filma uma relação sexual que teve com sua filha prostituta, e registra seu filho sendo humilhado e agredido pelos colegas de escola. Além de uma mãe viciada em heroína que apanha do próprio filho, e tem estranhos fetiches com um desconhecido amante chamado Visitor Q. Um inusitado retrato da crise na família burguesa do Japão, que só poderia ter saído da insana mente de Takashi Miike.
martyrs 1º – Mártires
Título Original: Martyrs
Direção: Pascal Laugier
Roteiro: Pascal Laugier
Ano: 2008
País: França
Após conseguir fugir do cativeiro, a garota Lucie é resgatada e levada para um abrigo de menores onde conhece Anne, sua melhor e única amiga. Tempos depois, a jovem Lucie atormentada pelas lembranças das torturas que sofreu na infância e motivada pela vontade incontrolável de se vingar de seus agressores, segue com a ajuda da amiga para realizar seu plano.
Mártires é tão forte que um embrulho no estômago e um nó na garganta é inevitável apenas por lembrar das chocantes impiedosas cenas do longa. Tortura e Ultra-violência já não é um tema/estilo recomendável aos mais fracos emocionalmente, isso é fato. Porém neste caso, o filme questiona até os mais corajosos cinéfilos acostumados com o gênero: “Vamos ver até quando você consegue ficar na frente da tela.” – Os que conseguem ver até o final (como no meu caso), levarão na memória cada cena do filme, e elas não sairão de lá por um bom tempo, quiçá nunca mais.
Ficou com vontade ver? Boa Sorte!
-
Sei que muitos títulos importantes, que poderiam estar aqui, ficaram de fora – “Donnie Darko”, “Caché”, “O Operário”, “21 Gramas”,”Oldboy”,  “Jogos Mortais” e “Fahrenheit – 11 de Setembro”; são alguns deles.
Mas e aí, você concorda com a lista?

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

AVATAR - Mais um show de CG...



Se o filme é bom ou não....o julgamento é seu !!!!

domingo, 13 de dezembro de 2009

A Inquisição Farmacrática - "The Pharmacratic Inquisition" (2007 - EUA). Dirigido por Jan Irvin e Andrew Rutajit.




"A religião é uma defesa contra a experiência religiosa" - Carl G. Jung (1865-1961)


Quando crianças, nós acreditamos fielmente em Papai Noel. Até que, sem jamais termos visto o velhinho em pessoa, começamos a desconfiar de sua existência. E então um amiguinho mais velho conta o que já estava se tornando óbvio, mas não queríamos acreditar, porque nossos pais ajudavam a manter a história viva. Quando crianças, nós também aprendemos a acreditar na história do menino Jesus, e de um sábio e bondoso senhor de barba branca que é o pai de todo o universo e se chama Deus. Com o passar do tempo, sem jamais termos visto Deus ou Jesus, muitos de nós não deixam de acreditar neles. Curiosa analogia, que suscita a pergunta: por que as duas histórias se diferenciam no final?



O mito do Papai Noel se mantém vivo entre as crianças até hoje porque, entre outros motivos de cunho emocional, estimula o comércio de brinquedos. Já o outro bom velhinho de barba branca movimenta instituições lucrativas direcionadas a outro público distinto: os adultos.

O filme A Inquisição Farmacrática parte dos ancestrais mitos pagãos de devoção ao sol para explicar como a origem das religiões tem relação íntima com o consumo de alucinógenos, em especial o cogumelo Amanita muscaria. Tudo com referências, como os livros Astrotheology & Shamanism – Christianity’s Pagan Roots, dos próprios diretores do filme (“Astroteologia e Xamanismo – As Raízes Pagãs do Cristianismo”, inédito no Brasil); Sacred Mushrooms: The Secrets of Eleusis, de Carl A. P. Ruck (“Cogumelos Sagrados: O Segredo de Eleusis”) e os livros The Sacred Mushroom & the Cross (“O Cogumelo Sagrado e a Cruz”) e The Holy Mushroom – Evidence of Mushrooms in Judeo-Christianity (“O Cogumelo Sagrado – Evidências dos Cogumelos no Cristianismo-Judaico”), do estudioso de línguas antigas John Marco Allegro.


Ex-católico, Marco Allegro foi convidado pela Igreja para integrar a equipe de tradutores originais dos Pergaminhos do Mar Morto, documentos descobertos entre 1947 e 1956, escritos em Hebraico, Aramaico e Grego, datados da época em que Cristo supostamente andava pela Terra. Marco Allegro foi o único a terminar seu trabalho, que é ignorado e suprimido por muitos, por contestar a veracidade da história de Jesus, enquanto a tradução oficial foi escondida pela Igreja Católica por cerca de 50 anos.


A partir de evidências e analogias históricas surpreendentes, o filme mostra a evolução dos rituais pagãos que utilizavam alucinógenos, que provocam uma experiência curiosamente parecida com as descrições das visões espirituais descritas por apóstolos religiosos, e que serviram como base para a criação das religiões modernas.

Entretanto, a coisa pega fogo a partir do capítulo 6, na segunda metade do documentário, quando o filme mergulha na botânica do cogumelo Amanita muscaria e desvenda referências a seu uso nos símbolos do cristianismo. As estátuas de anjinhos que fazem pipi nas fontes do Vaticano e de tantas outras cidades da Europa Medieval têm sua origem no curioso fato de que os xamãs ancestrais, após comerem os cogumelos, bebiam sua prórpia urina, uma vez que a concentração dos compostos ativos da Amanita é potencializada na mesma. Isso permitia aos xamãs experimentar a morte, sem de fato morrer, o que remete diretamente ao conceito religioso de ressurreição.

Desta forma, os símbolos de uma das maiores festas do cristianismo, o Natal, vão sendo desvendados um a um: a origem do velhinho, o porque dos pinheiros decorados com bolas coloridas e a famosa descida pela chaminé com um grande saco de presentes nas costas. Papai Noel seria nada menos que a representação figurativa dos antigos xamãs nórdicos, que colhiam exemplares do Amanita nas florestas coníferas, penduravam-nos nos pinheiros para secarem ao sol, e carregavam-nos em um grande saco nas costas, visitando as famílias para praticar rituais de cura e proteção. Com o tempo inóspito da região, muitas vezes a porta de entrada das moradias ficava coberta por camadas de neve, restando ao curandeiro entrar pela chaminé. Outra maneira de se fazer isso é dar exemplares do Amanita muscaria às renas, animal tão comum na região da Sibéria, onde se originaram estes cultos, como os cavalos entre nós hoje, para então oferecer sua urina aos participantes do ritual. Não impresiona que as renas de Papai Noel tenham a capacidade de voar.

A perseguição cristã às religiões arcaicas baseadas na ingestão de enteógenos sacramentais, ou "inquisição farmacrática", teve início nos primeiros séculos cristãos, e prossegue até hoje disfarçada de assunto de saúde pública com a questão da "Guerra às Drogas". Ao mergulhar nestas questões, é revelador pensar nas ironias que permeiam os paradigmas da sociedade: no final das contas, os enteógenos não são mais "droga" do que a televisão, e não foi Jesus quem existiu de fato, mas o bom e velho Papai Noel.

Pescado em Plantandoconsciencia.org

domingo, 6 de dezembro de 2009

Finalmente uma verdade inconveniente também para o "povo"....

sexta-feira, 4 de dezembro de 2009 | 21:24
Uau!!!

Finalmente, as suspeitas, muito consistentes, de que os dados sobre o aquecimento global foram manipulados chegam ao grande público. Hackers piratearam dados da Universidade East Anglia, na Inglaterra, e publicaram e-mails trocados entre cientistas que sugerem que há especialistas escondendo o fato de que está em curso uma queda na temperatura global. Reproduzo abaixo, em azul, o post que publiquei a respeito no dia 24.

A universidade de East Anglia é uma das principais referências técnicas para sustentar a causa antropogênica do aquecimento global, e seu ex-chefão, Phil Jones, é uma das estrelas do IPCC, o Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas. Ex-chefão porque foi obrigado a renunciar. Um e-mail escrito por ele está entre os mais suspeitos, a saber:

I’ve just completed Mike’s Nature trick of adding in the real temps to each series for the last 20 years (ie from 1981 onwards) amd [sic] from 1961 for Keith’s to hide the decline.

Jones diz que “trick” não quer dizer “truque” em sentido negativo. Muitos leitores lembraram aqui que, com efeito, pode designar um “método esperto”, uma “técnica inteligente” e afins. Muito bem. Mas o que faz ali o “to hide”??? Para esconder o quê? O “trick” virtuoso deveria servir, afinal, para ajudar a REVELAR. Jones alega que as palavras foram tiradas do contexto. Mas renunciou sem conseguir dizer o que, afinal, a mensagem significava.

O fato é que as coisas se complicaram. Jones teve de renunciar à chefia da East Anglia, o caso chegou à ONU, e já há gente querendo cassar o Oscar conferido àquela mistificação de Al Gores, o tal filme “Uma Verdade Inconveniente”. Já se sabia que o apocalipse que se prevê lá é uma fantasia mesmo que os dados sobre o aquecimento global estivessem corretos. O problema é que começa a ficar evidente o que muita gente sensata vinha dizendo: no momento, a Terra está esfriando, não esquentando.

A conferência de Copenhague está chegando. O lobby do apocalipse está com tudo. Mas não conseguiu impedir que os tais e-mails tivessem de ser debatidos pela ONU. Houve uma primeira fratura neste consenso. Isso vai tornar a militância ainda mais barulhenta. Mas, aos poucos, as evidências que têm sido ignoradas acabarão se impondo. E os cientistas que se opõem à escatologia terão direito, finalmene, a ter seus respectivos nomes, em vez de formarem apenas o batalhão dos “céticos”, o que, hoje em dia, virou quase sinônimo de “Bestas do Apocalipse”. Segue o post do dia 27.
*

O AQUECIMENTO GLOBAL E OS E-MAILS SUSPEITOS


A história circula já faz alguns dias, mas batia num muro de gelo (ooops!) na imprensa brasileira. Havia me destinado a falar hoje a respeito e esbocei tratar do assunto no Programa do Jô, mas aí a conversa tomou outro rumo. Bem, finalmente começa a circular entre nós, embora já venha com as tintas da desqualificação.


Mas de que diabos estou falando? Hackers invadiram os computadores da Universidade de East Anglia, na Inglaterra, e piratearam nada menos de 6 mil e-mails trocados entre cientistas especializados em clima. East Anglia é um dos mais respeitados centros de climatologia do mundo, e seus estudos são um dos pilares que sustentam a tese de que o aquecimento global é provocado pela ação do homem.


Esse negócio de piratear dados de onde quer que seja não é bonito. Que os responsáveis sejam punidos etc etc etc. Mas o fato é que alguns dados que vieram a público parecem indicar que os especialistas em clima que sustentam a tese antropogênica para o aquecimento global são chegaditos a uma mentira e a uma propaganda enganosa. Há mensagens que sugerem manipulação de dados. A história, em detalhes, com vários trechos dos e-mails pirateados, está no blog de James Delingpole, do Telegraph.


Num deles, Phil Jones, chefão de East Anglia, diz a seus pares, nos Estados Unidos, que tinha recorrido aos mesmos “truques” de Michael Mann, da Universidade da Pensilvânia, para “esconder o declínio” de uma série de temperaturas num período de 20 anos, de 1961 a 1981. No original:.

I’ve just completed Mike’s Nature trick of adding in the real temps to each series for the last 20 years (ie from 1981 onwards) amd [sic] from 1961 for Keith’s to hide the decline.

Phil Jones se defende e diz que, quando os cientistas da área empregam a palavra “truque”, eles não querem dizer “truque”. Entendo… E que não falava de temperatura, mas da copa das árvores… Há outros e-mails que sugerem supressão de informação e debate sobre como tornar o aquecimento algo mais convincente, mais “quente”, entendem?, mobilizando mais as pessoas.


Os e-mails pirateados foram hospedados num servidor da Rússia, e não se tem idéia da origem da invasão. A direção de East Anglia já confirmou que são verdadeiros. Mas, é óbvio, nega que revelem manipulação. Atribui-se tudo à gritaria dos “céticos” — que, aliás, são tratados com bem pouca lhaneza nas mensagens. Da vontade de dar uns sopapos nos adversários à alegria porque um dos inimigos morreu — John Daly —, a ciência do aquecimento global demonstra que quente, mesmo, naquele universo, é o gosto pela fofoca e pela desqualificação de tudo o que não concorra para a tese do grupo.


Já escrevi bastante sobre aquecimento — e meu novo livro traz frases a respeito. Não sou especialista, é óbvio. O que tenho feito é sugerir aos leitores que busquem ouvir o contraditório. Afinal, não se deve partir do princípio de que alguns querem salvar o mundo, e outros, destruí-lo. Os e-mails são provas irrefutáveis de que há manipulação? Não! Mas que cheiram mal, ah, isso é inegável. Esse negócio de que “truque”, lá entre eles, não é “truque”. Bem… Com efeito, “truque” é a versão benevolente de “trick”, também “embuste”, “fraude” e coisas do paradigma.


Sabem o que é mais interessante? Há um troço chamado Oscilação Decadal do Pacífico (PDO, na sigla em inglês). Não tenho como resumir. Está devidamente explicado aqui. Em suma, a temperatura do Pacífico tem grande influência na temperatura do planeta. Justamente entre 1961 e 1981, período a que se refere o tal e-mail, o Pacífico havia esfriado, assim como havia esquentado entre 1920 e 1940, depois esfriou de novo…


E como isso poderia ter sido evitado??? Bem, isso não poderia ter sido evitado ainda que os seres humanos renunciassem à sua cultura e voltassem à fase da coleta — e, suponho, da antropofagia…Ai os bobalhões logo dizem: “Ah, você quer poluir tudo!!!” Não! Quero é que parem com o papo terrorista, escatológico, para que se estabeleçam metas realistas.


Pescado do blog do Reinaldo Azevedo.....e agora seus eco chatos???

Barraqueira da Unip